Máscaras de carnaval


Um dia, uma amiga me contou uma conversa que teve com alguém: ele perguntava qual fantasia ela usaria no carnaval, minha amiga disse que iria vestida como ela mesma, então, esse alguém respondeu que a não reconheceria, ela começou a perguntar o porquê e ouviu uma resposta que achou genial: "Porque as mulheres tem muitas faces".

De fato, o temos. Somos mães e pais em tempo integral, amigas, confidentes, companheiras, sabemos dar carinho e sabemos brigar com quem quer que pise no nosso calo... Sabemos muito e sabemos a hora exata para tais coisas. A verdade é que Deus criou a mulher para que ela guarde grande parte da sabedoria que homem algum poderá ter um dia. Tanto é verdade que não há conselho melhor (nem mais exato) do que aquele que é vindo de uma mãe.

Contudo, por mais que nós, as mulheres, sejam seres fortes e sábios, nenhuma sabedoria e fortaleza é suficientemente grande para esconder nossos medos. Exemplo: algumas mulheres anseiam pela mudança de seu mundinho e pela reinvenção do seu "eu", enquanto outras (eu me incluo nesse grupo), gostam de se descobrir e reinventar, embora tenham medo de mudanças em seu mundo (na sua casa, no seu relacionamento, etc.). Não diria que tais mulheres (não entendam isso como uma autodefesa) gostam do comodismo, pelo o contrário, elas são capazes de mudar o mundo em que vivemos, mas acham seu mundinho perfeito demais para ser mudado. Afinal, qual mulher não criaria um mundo perfeito só para si, após uma grande perda? Ouvi dizer que lágrimas falsas machucam quem as vê, enquanto os sorrisos falsos machucam quem os dá... Por mais forte que sejamos, por mais que nos reinventamos, também temos um senso de autoproteção capaz de criar o que quisermos para que nos sintamos seguras o suficiente para sermos mãe, pai, companheira, amiga, confidente...

Para encerrar essa divagação, pergunto-lhes do fundo do meu coração: qual mulher vocês serão nesse carnaval?

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!