50 tons de preto

Eu me arrumo inteiramente para ele,
Ele se perfuma para mim.
Usamos o nosso melhor tudo um para o outro
para apenas um encontro de amor.

Nos encontramos,
um abraço apertado e um beijo desejado.
No jantar,
nossas mãos se encontram
e ele me arrepia 
ao sussurrar sua declaração ao meu ouvido.
Outro beijo, agora com carícias.
Cada passar de sua mão em meu corpo
era um eriçar descomunal dos meus pelos.
Sua mão desliza por todo o meu corpo
enquanto os beijos mais ferventes são dados.

Corpo a corpo, coração ao coração.
Batidas aceleradas, respirações ofegantes.
Dois enamorados se libertam do pudor
entre seus beijos e carícias.

Quando tudo leva ao ápice,
acordo da minha colorida imaginação pervertida.
Não importa quais fossem os tons
de vermelho, azul, verde, amarelo, preto ou branco
presentes nesse milésimo de segundo de imaginação,
são apenas os tons que a batida do meu coração
no instante do seu beijo em minha nuca
me faz sonhar e apenas sonhar.

 Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!