Visita ao Gigante Adormecido


Fui visitar um amigo, meu Gigante Adormecido.
Não acorde! Não irei demorar...
Mas, meu querido, estás doente?
Vejo você apenas bagunçado, fedendo, com lixo a sua volta...
O que os anos te trouxeram, meu Gigante?
Intrusos por todo o lado te machucam.
Quem são?
Poderia eu fazer algo pra ajudar?
Durma, meu Gigante.
Já estás deitado e nunca o tempo te permitiu levantar.
Durma.
O tempo vai passar e eu continuarei a te visitar...
Só espero que continues belo, Gigante.
Uma beleza angelical do mais profundo sono eterno que só tu tens.

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!