Trezentos sessenta e cinco tentações

Trezentos sessenta e cinco dias ao ano, milhares de pecados que fazemos. Sempre ouvimos falar nas Escrituras que chegará o dia em que Deus separará o joio do trigo, o bom do ruim.

Como podemos dizer quem é verdadeiramente bom ou mau? É hipocrisia nós, humanos, tentar nos dividir assim. Todos somos inclinados ao pecado desde o dia de nosso nascimento.

Se acreditas que tudo é questão de escolha, então faça a sua; ser joio ou trigo? Contudo, "Antes que te formasse do ventre de sua mãe te conheci, e antes que saísse da madre, te santifiquei; às nações te dei por profeta." (Jr 1,5) Só Deus nos conhece nus e crus e é apenas Ele que nos consagra com seu amor. Podemos apodrecer a olhos humanos, mas Deus nunca nos esquece. É o Pai que dá a redenção que precisamos, pois eles conhece nossas falhas. Queremos ser joio? Seja do mundo e faça dos 365 dias tentações e manchas enormes em sua alma. Quer ser trigo? Sofra professando a fé que crês, Ele te dará a merecida recompensa. Afinal, como dizem os ateus: a vida é apenas uma questão da sua escolha...

Ana Luiza Pereira


Zonas de conforto

"Escrever... Sobre o que?" Vejo essa pergunta como dúbia. Pense: para toda a escrita, necessita-se de um conhecimento prévio, um ponto de partida, então, escrevemos sempre aquilo que estamos acostumados a ler e a escrever. Nosso ponto de partida é sempre nossa zona de conforto, podendo variar em assuntos diversos.

Minha zona de conforto são as letras e as poesias, tanto as que faço quanto as que leio. Tanto é que já considero sendo uma parte de mim, confrontando até o pensamento de Nietzche: "Para ver muita coisa é preciso despregar os olhos de si mesmo.". Contudo, me sinto tão curiosa quando o assunto é descobrir como é o ser humano a partir da descoberta de si próprio que tais dúvidas atiçam até minha imaginação, me fazendo escrever diversas coisas de diversos jeitos.

Não posso dizer que todo artista é egocêntrico, pois não sei. Mas todo o autor escreve um pouco de si mesmo a cada texto, frase ou poesia. Quando não atendida as expectativas, das duas razões uma é verdadeira: você escreveu coisas demais sobre você ou você escreveu achismos. Ter o conhecimento,  ao menos o básico de tudo, até sobre você e sobre quem lê, é essencial para uma boa escrita.

Admito; estou aqui apenas treinando mais uma vez minha conversação com o meu leitor de uma forma totalmente informal. Mas, pelo menos, treino para conseguir sempre ser a melhor da autora/escritora que conheço, saindo ou não da minha zona e estudando sempre sobre tudo.

Ana Luiza Pereira

Meu desejo perfeito

Admito: eu mudei.
E o meu mudar influenciou no meu querer.
Hoje não quero paixões, quero amores.
Não quero efemeridade, mas a eternidade.
Não quero o agnóstico, mas o cristão.
Não quero as inquietações por nada, quero a tranquilidade da vida.
Quero estar do lado, apoiar e ser apoiada.
Quero ser aceita e ser capaz de aceitar os defeitos que você tem.
Quero reciprocidade e dinamismo.
Algo que dure e perdure.
Que marque não pela intensidade que foi,
mas pela paz que senti.
Quero ser uma fortaleza, um porto seguro,
porém quero ter um ombro para me recostar quando não estiver bem.
Quero ter uma fonte de inspiração para poemas e histórias
e ser o melhor de mim para que sejamos feliz.

Eu só quero a simplicidade,
para obter a tranquilidade 
e a minha sonhada paz de espírito.

Ana Luiza Pereira

Um "Até!" molhado

Escrevo aqui o que vi e senti,
mas também o que minha consciência mandou...

A vida inconstante um dia a peça pregou:
amigos, que diziam-se inseparáveis,
ela juntou.

Contudo, ela não escondeu a jogada:
todos eles sabiam
que o adeus era inevitável nessa jornada.

Todavia, de tudo aconteceu:
o amor nasceu, a preocupação cresceu
e o fim surgiu...

Chegou a hora do adeus.
"Adeus você que esteve do meu lado,
que eu digo que serás sempre meu.

Pois és meu.
Mas adeus é uma palavra errata.
Não é para sempre esse distanciamento na encruzilhada.

Haverão outros cruzamentos, eu sei.
Saberemos quando passarmos
e felizes da vida falarmos.

Um "até!" é mais sensato,
delicado,
correto.

Pense que nos veremos,
mas não prevemos
dia, hora e local.

Assim será nossa vida,
até o fim...
Até os confins..."

Emocionado, 
o abraço aconteceu.
Molhou, sequei o molhado.

Não me importei se me molhei,
mas marcou um "até"
que eu nunca mais presenciarei...

Ana Luiza Pereira

Frases de A.L.P.


Não há muito para falar sem ser aquilo que o silêncio e as lágrimas podem falar por mim.

Se você quer tanto me ignorar, beleza! Mas seria mais fácil se você me matasse logo de uma vez.

O mundo seria melhor se o povo parasse com a hipocrisia de fingir que está tudo sempre bem.

E tudo acabou realmente, como um dejá-vù sem limitações para ser uma realidade.

Guarde sua imbecilidade para você, eu guardarei cada fiapo de ódio para mim até que eu consiga transpor a cada lágrima.

Não, as pessoas não tem tanta paciência como alguns dizem. Sempre lhes falta paciência para algo... Às vezes, até para a vida.

A verdade é que mesmo sabendo que você me deixaria, eu faria tudo de novo se fosse para ter os mesmos sorrisos.

Sofrer de amor é como sofrer infarte: coração dói, a respiração é pesada, você pensa que tudo vai acabar, mas a vida continua... sempre.

Tosco é a falsidade de não se admitir profano diante ao mundo que testa sua santidade.

O beijo não aprofunda as coisas se o sentimento por trás dele for só o da despedida.

Se cada vida é um circo, sou a atração principal do meu: o palhaço. 

Grandes amores, em suas definições, seriam para vida toda. Mas a vida passa, e grandes amores viram grandes decepções.

Se na noite eterna eu conseguir te encontrar, no dia escuro, nenhum mal nos afetará...

Sou apenas um instrumento de palavras avulsas que fazem sentido no meu ser. Completam o que sinto. Vivem o que falo.

Sim, não acerto por querer, mas erro sem saber.

Se a vida fosse um talher, seria a faca. Porque ela sempre nos corta com seus altos e baixos de seus gumes.

Quem somos nós? Estranhos de nós mesmos que mal sabem a definição para uma simples pergunta que nos afeta a vida inteira: quem sou eu?

Você não pode NUNCA se basear num relacionamento de outro, só porque o outro deu errado não significa que o seu daria...

Apenas sou aquilo que quis ser, sem muitas memórias do que fui e sem muitas razões para o que serei.

E quem sou eu para crescer-vos em palavras?

Ninguém morre por tentar algo em que acredita ser certo.

Os insanos de hoje são os normais de amanhã.

Se a vida não fosse um conto de fadas, não haveria a magia de ter amigos.

Prefiro sim, sofrer de amor do que sorrir com a paixão.

Ana Luiza Pereira


Devaneio curioso

Num devaneio curioso,
me pego pensando em você.
Lembro de todas as falas e sentimentos...
Quanto tempo se passou?
O tique-taque do relógio já não conta mais,
O tempo não existe nas marcas do seu sorriso,
Porém, nos castiga quando não nos falamos.
O tique-taque só incomoda quando ainda espero...
Mas a esperança não morre nos corações solitários e aventureiros.
Você me diz palavras
E eu vejo seus olhos.
Você fala de tudo
E eu ouço música.
Chega a ser engraçado;
quando você me acalma, meu coração estremece;
quando você tenta me fazer rir, eu me aborreço;
quando você me irrita, eu rio...
É complexo... (para algumas pessoas)
Mas muitas já descobriram esse enigma de 4 letras.
Para os que ainda não entenderam, acorde desse devaneio curioso,
Viva a sua vida, pois tais 4 letras estão bem mais perto que se imagina...

Ana Luiza Pereira

Bodas de renda


Já li em algum lugar que, pra mulher, amizade é mais importante que o casamento. De fato, isto para mim é uma verdade. Mulheres precisam de amigas para sair e espairecer suas cabeças cansadas da vida rotineira, ou quando confusas pelos sentimentos, ou quando tristes... Mulheres solitárias (quando digo sozinhas, quero dizer sem amigos verdadeiros que confie de fato) são dignas de pena, pois com quem elas falarão seus problemas? Por mais que não queiram opinião de ninguém, o simples ato de falar o que aflige já melhora a dor que ela carregava em seu coração.

Comparemos: bodas de casamento e bodas de amizade. Nas bodas de casamento, os casais trocam presentes e carícias. Quando casados a muito tempo, fazem um jantar entre família e amigos mais chegados. Nas bodas de amizade, as amigas saem, vão ao shopping, compram o que gostam, (às vezes) trocam presentes e falam sobre sua vida, mas sempre rindo, seja do passado, presente ou das possibilidades de tudo der errado no futuro.

A verdade é que sim, é imprescindível a uma mulher viver amando e tendo com quem contar. Confiança, seja em si o em um(a) amigo(a), tem que ser recíproca e única; se é segredo, levarei até o caixão e ponto final. E é tão lindo quando se tem amizades para a vida inteira! Eu, graças a Deus, tenho e não é só uma, são duas! Minhas duas irmãs que meu coração não nega, feliz bodas de renda!

Ana Luiza Pereira
Texto dedicado às minhas amigas Caroline Cantilho e Celina Azevedo pelos nossos 13 anos de amizade.

Dia de aniversário

Sei que você acordou hoje apenas com a lembrança que estás envelhecendo. As costas estalaram ao se espreguiçar, viu suas olheiras ao escovar os dentes, veio o incrível cansaço da vida que muda mas que sempre se mostra a mesma. É, a maior idade chegou...

Começam os telefonemas e as lembranças que a sua mãe insiste em contar sobre quando você era pequeno,  lembranças, as quais, você nem lembra. Contudo, ainda tem eu: uma amiga querendo fugir do blá blá blá que é dizer "Feliz aniversário" e narrando as possíveis coisas que aconteceu hoje.

Porém, não posso fugir do blá blá blá quando digo que pode passar o ano que for, continuaremos amigos e eu continuarei desejando o melhor para você. Feliz aniversário!

Ana Luiza Pereira
Post dedicado ao meu melhor amigo Gabriel Porcino