Angústia

Pensando em Drummond, sei que algumas coisas ele escrevera pensando numa angústia. Algo que ele sentia em seu coração, como um aperto só que bem mais sufocante. Um precipício intrínseco, no qual ele não parava de perguntar: "E agora? E agora, você? (O que você faria no meu lugar?)". Com certeza, o poema de José ele fez para ele mesmo.

É mal de escritor procurar uma forma de exortação em suas palavras, principalmente para a sufocante angústia que não sabemos de onde vem e para onde vai... Na verdade, só sabemos os motivos. Motivos nos quais fugimos o tempo todo. 

E enfrentar? Às vezes chego a conclusão que lutar contra algo que consegue te sufocar é idiotice. Podemos espernear o quanto for, mas ainda há um precipício, um desconhecido a nossa frente. Há duas opções: construa pontes ou se jogue de uma vez. Não veja o precipício como sendo o seu único futuro, pois cada passo que você dera era o seu futuro a segundos atrás, um futuro que você decidira que fosse daquele jeito. Há sempre uma saída... Até os mais tenebrosos sentimentos desaparecem com o tempo.

Ana Luiza Pereira

Meu Natal (texto escrito por Clarice Lispector)

Como as crianças eram pequenas e não conseguiriam se manter acordadas para uma ceia, ficou hábito que o Natal seria comemorado não à meia-noite, mas sim no almoço do dia seguinte. Depois os meninos cresceram, mas o hábito ficou. E é no dia 25 pela manhã quem vêm os presentes.

Pelo o fato da ceia de Natal ser no dia 25, eu fiquei sempre livre na noite de 24 de dezembro. Mas há três ou quatro anos tenho um compromisso sagrado para a noite de 24.

É que, falando com uma moça que não era ainda minha amiga mas hoje é, e muito cara, perguntei-lhe o que ia fazer na noite de Natal, com quem ia passar. Ela respondeu simplesmente: o que eu tenho feito todos os anos: tomo umas pílulas que me fazem dormir 48 horas. Surpreendi-me, assustada, perguntei-lhe por quê. É que o tempo de Natal lhe era muito doloroso, pois perdera pai e mãe, se não me engano perto de um Natal, e não suportava passá-lo sem eles. Fiz-lhes antes ver o perigo de tais pílulas podia, em vez de 48 horas, dormir para sempre.

E tive uma ideia: daquele Natal em diante, nós passaríamos parte da noite de 24 juntas, jantando num restaurante. Encontrar-nos-íamos às oito e pouco da noite, ela veria como os restaurantes estão cheios de pessoas que não tem lar ou ambiente de lar para passar o Natal e o celebram alegremente na rua. Depois do jantar, ela me deixa em casa com o seu carro, e vai para casa buscar a tia para irem à Missa do Galo. Nós combinamos que cada uma paga a sua parte no jantar e que trocaremos presentes: o presente é a presença de uma para a outra.

Mas houve um Natal em que minha amiga quebrou a combinação e, sabendo-me não religiosa, deu-me um missal. Abri-o, e nele ela escrevera: reze por mim.

No ano seguinte, em setembro, houve o incêndio em meu quarto, incêndio que me atingiu tão gravemente que fiquei alguns dias entre a vida e a morte. Meu quarto foi inteiramente queimado: o estuque das paredes e do teto caiu, os móveis foram reduzidos a pó, e os livros também.

Não tento sequer explicar o que aconteceu: tudo se queimou, mas o missal ficou intacto, apenas com um leve chamuscado na capa.

Clarice Lispector
Texto publicado no dia 21 de dezembro de 1968.

Aviso do além

Se eu fosse escrever uma mensagem de Natal para os meus parentes, seria: "Esqueça o passado, vida o presente e não se apegue a presente, apenas àqueles que estão ao seu lado".

Infelizmente, não me foi necessário a visita de três espíritos natalinos para que eu aprendesse a lição. Pelo o contrário, me foi necessário a perda de tudo o que tive: meus bens, meus parente e, inclusive, meu corpo e minha alma.

Você já deve imaginar que eu era egoísta, mas eu não era tanto assim. Na verdade, meu maior mal não era o egocentrismo e a avareza, mas foi ter deixado que a perda me afetasse tanto profissionalmente quanto como pai. Criei uma barreira imensa entre mim e meus filhos e não os vi crescer porque chorava pela perda de sua mãe. Eu era tão apegado a tudo que a lembrava que, quando perdi tudo, eu me perdi.

Me achei nas bebidas e me tornei violento. Batia nos meus filhos sem razão todos os dias. Fui, aos poucos, me afundando e me perdendo.

Só quando perdi meu corpo e minha alma descobri que o sentido que eu buscava para minha vida sempre esteve ao meu lado e eram meus filhos. Foi numa noite de Natal, estava com a pinga na mão e nada nos braços para dar aos meus filhos. Provavelmente, bateria neles como o presente de todos os dias. Estava atravessando a rua quando uma luz branca e forte me abateu. Um motorista bêbado avançou o sinal e me atropelou, nós dois morremos. É engraçado pensar que um bêbado matou o outro na sua imprudência.

Sei que, se por um milagre natalino, voltasse renovado, meus filhos me receberiam com um sorriso, mas não foi isso que aconteceu... Foi um funeral com todos tristes, não pela minha morte, mas porque me perdi no mundo do álcool.

Não posso mais avisá-los a não fazer o mesmo que eu fiz, e sei que meus filhos mão fariam, mas, a quem ouvir meu sussurro de não sei de onde, não cometa os mesmos erros. Família não se resume a quem foi, mas a quem ficou e te ama. Aproveite cada momento com eles! E tenha boas festas!

Ana Luiza Pereira

Sentimentos

Entre todas as coisas vistas e faladas, eu prefiro ficar com as sentidas. Há algo no inexplicável do sentimento que me atrai, mas sei dizer que esta atração vem desde tempos remotos. Às vezes me sinto como uma mariposa a ser atraída pelo desconhecido crepitar de uma chama...

Observo o mundo e vejo que as definições de sentimentos se reduziram a palavras. "Não!", tento dizer enquanto cada um tem sua vida corrida. As pessoas se esqueceram que não são palavras que definem o que sentimos ou como sentimos, mas são os mínimos gestos. Um simples olhar, um sorriso de lado, um arquear das sobrancelhas...

Às vezes sentimos coisas que acreditamos ser mais. No filme "V for Vendetta", há uma célebre frase dentre muitas: "Deus está na chuva". Para mim, Deus está na brisa, no vento. Sentir a brisa fresca te tocar enquanto observa um pôr-do-sol é bem mais que o sentimento de paz. Bem, é como disse; há algo inexplicável no que sentimos...

Ana Luiza Pereira

Mais uma declaração...

Já falei para você hoje, mas repito do mesmo jeito: não imaginava terminar meu primeiro ano da faculdade namorando. Nem queria isso, na verdade... Mas conhecer você e me apaixonar foi uma surpresa e tão boa que, simplesmente, me deixei levar pelo meu coração. E, falando sinceramente, não me arrependo de nada. Você foi, e ainda é, um gatilho que despertou em mim o que há de melhor. Não importa como eu esteja ou o que acontece comigo, estar com você me dá uma paz que, admito, poucas vezes senti isso na minha vida. Você simplesmente me faz feliz e estar com você todos os dias é sempre algo novo e inesperado, nunca parece uma rotina. Eu só sei que eu te amo cada vez mais e contigo quero estar até o fim dos meus dias...

Ana Luiza Pereira
Texto escrito no dia 6/12/2013

O maior confessionário do mundo

Não é necessário estar num reality show com uma sala minúscula com uma câmera para se ter um confessionário, nem se ajoelhar perante um padre. Para nós, mulheres, há um confessionário mais eficiente e mais prático: o banheiro.

Os homens podem não entender do porquê de sempre as mulheres irem ao banheiro juntas. Saibam agora; queremos conversar, contar os segredos mais íntimos sem os ouvidos atentos masculinos ou seus comentários toscos e desnecessários. Queremos um momento de paz, um momento só entre amigas e confidentes.

E é sempre uma incrível aventura ir ao banheiro com as amigas; você sempre se diverte: já fiquei inúmeras vezes presa no banheiro com elas e não conseguia sair sem ajuda, já observei as maiores atrocidades da moda indo e vindo entre os banheiros masculino e feminino e ria com elas, já falei mal de muita gente como já falei bem, já contei muitas coisas como já ouvi... 

Então, homens, apenas saibam; é no banheiro feminino que tudo acontece. Não nos critique de irmos sempre juntas, vocês querendo ou não, sempre iremos e começaremos, inclusive, a falar mal de você, se for assim. Ok?

Ana Luiza Pereira

Gotas de chuva

Cada gota de chuva é um pensamento meu que invade. Um sonho de um natal juntos, um aniversário de mãos dadas, um jantar a luz de velas... Sonhos de um futuro, não planos. Meus pensamentos apenas indagam: quando?

Observo as gotas da chuva caírem na janela do carro, me disperso do mundo e viro uma gota, um pensamento meu a viajar pelo céu cinza do dia chuvoso. Não são mais apenas tons de cinza, mas os tons que veem com nossos sorrisos, nossos abraços e nossos beijos...

Minha mente volta a realidade a cada freada. Percebo que os pensamentos são sonhos e que querem ser planos que eu ainda não posso ter. "Foco na realidade..." - digo a mim mesmo. Nem tudo eu posso planejar, mas tudo posso sonhar e sentir. Cada gota de chuva do meu sonho só me faz sentir mais amor, um amor intenso e quente que sinto apenas por você e só você.

Ana Luiza Pereira

Sendo um livro aberto

Sempre tive problemas de autoestima e confiança após uma grande perda que tive em minha vida. Sou confiável e fácil de se ter uma amizade, mas nunca confiava 100% em alguém por medo. Por uma reviravolta imensa que não sei explicar direito como começou, meu coração foi cicatrizando todas as grandes perdas que obtive na vida, mas ainda me desanimava facilmente. 

Tentei, por si só, enfrentar as minhas dificuldades de modificar os meus erros, afinal, minha meta na minha vida nunca foi ter carro, dinheiro, ou ser uma estrela, mas alcançar sempre o melhor de mim. É sempre difícil fazer isso meio às cegas, afinal, nunca fui muito de ouvir os outros. 

Em meio as minhas grandes mudanças, ele apareceu como num conto de fadas. Não digo que ele é um príncipe encantado, afinal, não acredito mais nisso, mas ele é sim um grande e ótimo companheiro. Por mais que eu fosse desanimada e tivesse minhas tentativas errôneas de melhorar, ele gostou de mim. Seu jeito animado me conquistou e, conquistada, me deixei levar pela paixão. 

Antes de sermos namorados, viramos amigos e, já como amigos, ele já me norteava para o certo (coisa que outros amigos tentavam, mas minha cabeça dura não aceitava). Digamos que o meu amor por ele (mas, acho que principalmente, o amor dele por mim e a sua paciência comigo) me tornou mais maleável do que eu era, aceito bem mais coisas do que antes, embora continue engolindo muito sapo a seco. Ainda erro, sou humana, ainda estou às cegas quanto certas coisas, mas ele continua me norteando. 

Falar disso tão abertamente, por mais que seja indiretamente, me gera um certo estranhamento. Posso ser um livro aberto, mas não a todos. A verdade é que esse post é direcionado para você, Victor, e tudo de bom que tem acontecido comigo desde que você apareceu. Obrigada, do fundo do meu coração, por tudo! Me desculpe minhas lágrimas, por mais que você, até agora na webcam, não tenha tido ciência delas, mas elas são do fundo do meu coração que grita de amores por você a cada segundo. Eu te amo e, farei de tudo sempre, para ser o meu melhor para nós dois e, assim, sermos felizes sempre enquanto estivermos juntos. Eu simplesmente não canso de te amar...

Ana Luiza Pereira

s2


Posso te xingar, te bater,
posso me exceder aos olhos dos outros,
mas saiba que te amo.

Posso não saber me expressar, 
posso me irritar,
mas saiba que te amo.

Posso esconder algumas coisas,
posso te contar outras que você não quer nem ouvir,
mas saiba que te amo.

Não tenho vergonha de você,
de quem você é,
afinal, seria tolice ter vergonha da minha felicidade!

Só tenho um pesar:
conto horas e minutos para te abraçar,
mas não tenho palavras para expressar nem um terço do que sinto.

Peço desculpas, pela milésima vez,
 pelas minhas falhas e defeitos.
Mas eu te amo porra!
Fica para sempre comigo?

Ana Luiza Pereira

Algumas palavrinhas de reflexão

O tempo é um jogo de cassino. É ele que dá as cartas toda a hora, mas somos nós que decidimos quais cartas queremos ver, por isso, agimos ou como se tivéssemos todo o tempo do mundo ou como se não tivéssemos tempo. Não falo para ninguém parar de correr atrás de seus sonhos, isso vem de cada um, minha opinião e decisão, quanto a isso, já está formada. Mas, continue levando... Vivendo. Afinal, tudo pode mudar!

Ana Luiza Pereira

Te valorizo


Sou uma criança
aos primeiros passos
mas que quer andar junto com você.

A verdade é que és uma joia rara,
motivadora do meu sorriso 
a cada manhã
e a cada deitar.

Não sei muito bem o que estou fazendo,
mas sei que amo você e com você quero estar.
Por isso, ando, cambaleio e caio.
Caio feio, por ser estabanada,
mas me ajudas, me orientas a andar.

Não posso fazer nem 20% das coisas que fazes por mim,
afinal, o que eu e minha pequenez podemos fazer?
Apenas te amamos e contigo queremos ficar.
Mas acho que a única coisa que podemos fazer
é te guardar;
no meu coração e o seu bem-estar.

Sim, ainda vou cair 
e você terá que me lembrar 
do que é certo ou errado muitas vezes.
Mas te amo!
Meu carinho por você é grandioso!
Obrigada pela paciência e por estar do meu lado.
Quero ser sempre o melhor que posso ser 
para, assim, te fazer feliz
para sempre...


Ana Luiza Pereira

Meu conto imaginado

A princesa não usa sapatos de cristal e o príncipe não é encantado. São apenas sonhos imaginados em uma mente fértil cansada da realidade. Tenho meu sapo, meu companheiro e um sorriso, o conto de fadas são meus olhos de uma eterna criança que escrevem, compõe e recompõe.Meu príncipe não virou sapo, mas sinto que ogra virei. Posso não saber de muitas coisas, mas na minha santa ignorância só a impulsão dos meus atos impensados mantém meu grosseiro jeito de ser e não ser. Toda menina sonha em ser princesa e faz de tudo para ser uma "princesinha moderna", não fujo muito dessa realidade. Talvez ser princesa não seja meu destino e ser ogra não é tão ruim, não tenho muita certeza. Apenas componho um conto de fadas na minha mente e no meu coração que sonham. Não sei bem onde isso vai me levar, mas vou levando, sonhando, vivendo até que meu sapo não seja mais integrante do meu conto imaginado.

Ana Luiza Pereira

Explosão

Me sinto cheia, mas não plena. Me sinto lotada de muitas coisas, a maioria preocupação. Não gosto de estar assim... Me conheço o  suficiente para saber que, quando isso acontece, eu entro em falta; falho nos meus compromissos para aqueles que amo e falho nos compromissos para mim mesma. 

Chego até a pensar: "e se tudo de ruim que eu ouvi sobre mim fosse verdade?" Na verdade, sou o que dizem e não o que sou. Mas não me importo. Só estou com meu coração lotado e não consigo por pra fora, então eu erro; desconto nas pessoas como se fosse culpa delas eu estar (ou melhor, ser) estranha assim. 

Não consigo gritar, nem quando sozinha e a noite. Minhas lágrimas estão a beira de meus olhos, mas não quero chorar para não me verem chorando - não quero ter que responder as perguntas de outrém. Minha cabeça a mil, meu coração apertado... Quando minha respiração falhar, sei que será minha explosão de tudo o que guardo. 

Será que existe algo que possa impedir esse desastre? Não sei. Apenas desejo o silêncio da minha alma cansada, assim, ela retornará ao seu estado de origem. Explodir tudo o que você sabe, mas não se lembra, é uma catarse catastrófica para quem estiver perto... Cuidado viajante! O pavio está nos limites.

Ana Luiza Pereira

Quero te matar


Penso em mil e uma formas de como te matar.
E todas elas me deixariam minimamente feliz...
Pois quero te matar de beijos, 
e sei que você sorrirá com isso.
Eu quero te matar de abraços,
principalmente com os mais apertados 
(por mais que eu não tenha tanta força assim),
e sei que você gostará disso.
Eu quero te matar de rir,
por mais que eu não seja a maior comediante do Brasil,
e sei que você irá se divertir com isso.
Eu quero te matar de carinhos,
daqueles que te fazem adormecer no meu colo,
e sei que você terá bons sonhos assim.
Enfim, quero te matar com o amor que sinto por você,
e é a existência dele que me deixa minimamente feliz,
já que estou do seu lado e sempre estarei.

Ana Luiza Pereira

Furacão ou pôr-do-sol?


Como um pequeno esfumaçado luminoso no céu, observado por 5 minutos, me puxa para o centro do meu caos mental vivido e sofrido diariamente? É como estar no meio de um furacão, cujas bordas te arrastam e levam para o infinito inimaginável do seu caos. É sim um local de descanso em meio a tudo, por mais que sejam meros 5 minutos enquanto as bordas não me puxam, mas que eles sejam eternos e se repitam, pois são momentos assim que conseguimos achar o sentido das coisas.

Ana Luiza Pereira

Carta à família

                    Irmão e cunhada,

                Eu não tenho muito que dizer além do “obrigado”. Primeiramente, obrigada a Deus por colocar você na minha vida e sendo minha família, assim como, também agradeço a Deus por juntarem vocês dois. Obrigada por tudo que fizeram por mim nesses anos e, antes de minha família, vocês são meus amigos. Obrigada pelo sobrinho que me deram e a oportunidade de ser madrinha dele. Obrigada por estar ao meu lado e suportar minhas crises de ciúmes para com você, irmão, quando começou a namorar e quando fiquei com ciúmes do Miguel também. Obrigada por vocês me aconselharem e me apoiarem... Enfim, de todas as listas a serem descritas aqui, apenas digo “obrigado”.
                Me desculpe pelos meus pensamentos errôneos, palavras duras e/ou atos inconsequentes. Não é e nunca foi a minha intenção machucar vocês alguma vez.
                Sou a irmã mais nova e, apesar de me sentir autossuficiente de vez em quando, sei que tenho muito que aprender com vocês dois. Eu os amo imensuravelmente e sou muito grata a vocês por não desistirem de mostrar Cristo a mim.

                Espero, e rezo, que Deus os abençoe, os guarde e os ilumine para que passam a continuar nessa caminhada de fé e comunhão em família. Tenham sempre fé para superar os obstáculos! Desejo que cresçam cada vez mais na fé de apenas um despertar para as obras que Deus reserva a vocês. E, lembrem-se: eu e Deus amamos vocês!

Ana Luiza Pereira

Dia da pureza

Dia de recobrar, ou até mesmo relembrar, toda a pureza e inocência que tínhamos.
Observe na janela: onde estão as crianças hoje em dia?
Cadê a sinceridade de coração e o sorriso verdadeiro?
Não só matamos as crianças que há em nós como o mundo matou,  muito cedo, as crianças que nasceram para serem puras.
Crianças, não reclamem da superproteção de seus pais.
O mundo não provém coisas boas e duradouras como seus pais.
O mundo não ama a inocência de seus corações, ao contrário dos seus pais.
O mundo quer a morte e seus pais, a vida.
Olhem para todos os dias das crianças de suas vidas...
Além do dia comercial, observe onde está a inocência hoje em dia senão adormecida, quase morta.
Não deixe que o mundo mate toda a pureza que ainda adorme em todos nós.
E, lembrem-se: dia das crianças é todos os dias!
Viva a pureza de coração!

Ana Luiza Pereira

Dia das crianças...

Não pensei nenhum dia da minha vida passar o dia das crianças, o dia que mais lembro da minha inocência e pureza de menina, com alguém tão especial. Um alguém teimoso, mas preocupado. Um alguém que me tira do sério, mas me faz rir com isso. Simplesmente alguém que eu amo... E muito! Um dia esse alguém me disse para esquecer o dia das crianças, pois idade eu já não tenho mais e ele quer que eu assuma meu papel de mulher para ser a mulher da vida dele. Foi a coisa mais fofa que já ouvi de alguém, não tenho como negar. Assim como toda a sua proteção para comigo e sua preocupação com todas as minhas lágrimas, até as de alegria, me deixam feliz como faz tudo o que é possível para realizar meus sonhos mais bestas e me ver feliz. Bem, posso agir como uma criança quase sempre, pois reclamo e te bato muito, mas te amo mais que tudo e digo sim; aceito ser a mulher da sua vida como você, querendo ou não, se tornou o homem da minha. Estarei sempre do seu lado querendo só o melhor para você, assim como você me obriga a fazer as coisas que sabem serem as melhores para mim. E, outros dias como esse dia das crianças virão, dias que eu estarei mais criança do que nunca e agradeço por estar do meu lado segurando minha mão. Vou encerrar essa digressão de dia das crianças por aqui, enquanto ainda estou conformada em ser mulher que está sendo cuidada e não mais uma criança mimada que precisa ser cuidada. Mas saiba que eu te amo e estarei aqui até você enjoar dos meus jeitos e trejeitos de menina-moça-mulher.

Ana Luiza Pereira

Algo no coração


Sinto um leve desespero pela manhã
enquanto o sol tocava minha pele.
O que aconteceu?
Nada me recordo além de batidas,
respirações e súplicas.
Um aperto no coração é o que sinto.
Não há explicações lógicas para isso.
Existe explicação lógica para algo?
Levo minha vida na esperança que o aperto passe
e o dia, destino da fauna e flora das angústias de minha vida,
decida por si só a natureza da reação de meus atos enfadonhos
enquanto minha cara lavada observa o dia, a noite e as estrelas
e todo o prestar inútil do meu ser humano.
Que dia se passou?
Mês? Ano? Hora?
Tempo se esvai com as cinzas do meu dia
trazendo as desprezíveis rugas de preocupação.
Minha cara papada pelo tempo,
beijada por todas as dores do coração que ao sol convém descrever,
me diz, apenas, ao espelho, que sou um objeto.
Objeto de um teatro de um personagem monologuista,
cheio de dores no coração,
sem roteiro a se seguir...

Ana Luiza Pereira

Devaneio de primeiro mês


Eu nunca imaginei que teria na minha vida alguém como você; incrível e especial a tal ponto que eu não consigo nem explicar como me conquistou. Eu só tenho a certeza da segurança que sinto do seu lado e do meu desejo de estar com você para sempre. Por mais que você não entenda muitas vezes o que eu digo ou faço (sinceramente; nem eu as vezes entendo), apenas se lembre da minha certeza estável e contínua. Eu não preciso entender o porquê que gosto de você ou você de mim, embora as vezes pergunte, eu só preciso te amar. Acho que felizmente, caí na sua encruzilhada do amor e não sei mais (nem quero ou pretendo) sair dessa... Como já roubei uma vez as palavras de Vinicius de Moraes para sussurrá-las  ao seu ouvido: "Que seja infinito enquanto dure", e complemento: seja meu amor eterno, mas não um eterno vazio e sim um eterno cheio de amor que só você sabe ser. Eu te amo e tenha bastante certeza disso!

Ana Luiza Pereira

50 tons de preto

Eu me arrumo inteiramente para ele,
Ele se perfuma para mim.
Usamos o nosso melhor tudo um para o outro
para apenas um encontro de amor.

Nos encontramos,
um abraço apertado e um beijo desejado.
No jantar,
nossas mãos se encontram
e ele me arrepia 
ao sussurrar sua declaração ao meu ouvido.
Outro beijo, agora com carícias.
Cada passar de sua mão em meu corpo
era um eriçar descomunal dos meus pelos.
Sua mão desliza por todo o meu corpo
enquanto os beijos mais ferventes são dados.

Corpo a corpo, coração ao coração.
Batidas aceleradas, respirações ofegantes.
Dois enamorados se libertam do pudor
entre seus beijos e carícias.

Quando tudo leva ao ápice,
acordo da minha colorida imaginação pervertida.
Não importa quais fossem os tons
de vermelho, azul, verde, amarelo, preto ou branco
presentes nesse milésimo de segundo de imaginação,
são apenas os tons que a batida do meu coração
no instante do seu beijo em minha nuca
me faz sonhar e apenas sonhar.

 Ana Luiza Pereira

O que é que a vida vai fazer de mim?


Não sou mais criança,
mas lembro-me de quando fui
e pensava só no meu futuro
com castelos, planos e sonhos.

Podia ser nem João e nem Maria,
porém me perguntava loucamente
qual caminho seguir na estrada 
cheias de pessoas quase-sem-ninguém.

Não vi o quanto 
a minha juventude se esvaece 
na medida que mais me pergunto 
e menos sou respondida.

Hoje sou adulta,
 mas revejo o passado 
com meus olhos conformados 
das respostas que obtive...

Um dia, me perguntei:
o que a vida fará de mim?
Hoje, me pergunto:
o que a vida fez de mim?

Num desencontro comigo mesmo
a vida nos proporciona encontrar
não respostas, mas maneiras
de viver a vida passada no presente 
sonhando com o futuro ausente.

Ana Luiza Pereira

Relacionamentos


Chego a conclusão do paradoxo dos relacionamentos. Um bom namoro começa a partir da "Lei da reciprocidade", o qual o que se deseja não é o outro, mas que seja recíproco seu sentimento, fazendo de tudo para que haja a manutenção desse desejo. 

Porém, o melhor relacionamento é aquele que o instiga.  Instigar-se é procurar no outro o ar de mistério. Mistério, este, que faz que o desejo perdure, pois o que se mais quer, a partir desse momento, é desvendar o próximo. 

Chego, então, a monstruosa conclusão que todo relacionamento baseado em amizades se torna enfadonho. O que há para se descobrir se tudo já foi descoberto? Numa amizade, há o excesso de comunicação e informação pessoal, limitando toda e qualquer forma de mistério que possa existir num possível relacionamento tardio. Um bom relacionamento deixa lacunas a desejar que nem o tempo é capaz de preenchê-las. Um relacionamento perfeito não é aquele que não há brigas e discussões, na verdade, não há relacionamento perfeito. Um relacionamento saudável é capaz de ter as mais diversas vivências: brigas, discussões, ciúmes, etc., mas sempre com a capacidade de deixar um gosto de "quero mais", ou melhor, "quero para sempre". 

Superar uma briga por falta de comunicação é mais fácil do que superar uma briga num relacionamento que há comunicação demais. Não há relacionamento de amizade, apenas de companheirismo esdrúxulo acima do que está enfadado pela nossa sociedade. Se relacionar não é seguir um livro de boas maneiras com um caderninho de datas de comemorações chatas, mas um descobrir a cada dia do porquê está ali sendo instigado pelo outro a cada dia. 

Ana Luiza Pereira

Oração

Às vezes eu paro e penso no quão indigna eu sou.
Não sei amar, não sei perdoar, não sei servir, não sei orar.
Como posso estar diante de Deus todos os domingos e ainda conseguir comungar?
Sei que Ele me ama mas não sou capaz de amá-lo reciprocamente.
Sou incapaz, sou pecadora, por que estou aqui?
Bem, se algo me toca o coração, posso ter a certeza que estou aqui por um motivo incompreensível a mim até agora.

Deus tem planos a todos nós que ninguém é capaz de imaginar.
Sou pequena e filhe pródiga, mas o Pai é tão misericordioso comigo e essa misericórdia é a prova viva do seu amor por nós... E é tão lindo!
Inexplicável é a palavra que define o sentimento de deixar Deus habitar em nossas vidas.

O amor do Pai, em forma de Espírito Santo, vinde habitar e me renovar.
Quero ser perfeita Contigo que completa e acende o meu espírito de amor e caridade.
Ampara-me nas aflições e resgata-me quando me perder no mundo.
Ensina-me teu tempo.
Sei que me ouves e sei que está comigo até quando eu erro, purifica minh'alma, pois quero ser santa e serva, membro importante e essencial da Igreja que teu Filho é a cabeça que nos orienta e o teu Espírito, o coração que nos fortalece.
Quero revestir sua Noiva na minha servidão e humildade, mas ensina minha pequenez ser assim.
Ensina, em minha conversão, Te glorificar plenamente em todos os dias da minha vida para, assim, viver na eternidade com o Pai, o Filho e o Espírito Santo. Amém.

Ana Luiza Pereira

Perdão...

Admito meus pecados e minha pequenez. Não mereço o perdão de Deus e nem o amor de certas pessoas para comigo, mas elas simplesmente estão lá para o que der e vier, por mais que eu não mereça. Perdoe-me pelas minhas fraquezas e meus erros, minha cabeça estoura facilmente e isso acaba afetando a todos a minha volta. Posso saber conviver, mas nem sempre eu consigo simplesmente deixar passar, é onde eu erro, admito, e peço perdão publicamente. Não sou santa, ainda estou aprendendo a ter fé e caminhar na fé, irei cair e sei que você estará lá, por mais que minhas palavras não sejam dóceis. Como você diz: sou sua irmã mais nova, você irá cuidar de mim e me defender, assim como eu irei interceder por você... Eu te amo! E por mais besteiras que eu diga ou faça quando eu explodo isso nunca vai mudar, és minha família, a pedra angular que me sustenta e me ensinou quem é Cristo. Perdão!

Ana Luiza Pereira

Pena dos estrangeiros nas minhas terras...

Tenho muita pena do Victor por ter escolhido uma namorada que mora tão longe como eu.

Primeiro: as lindas condições de vinda da Super Via.
- Maquinista que não sabe o caminho.
- Pessoas estranhas em trens.
- Vagões sem ar/mapas.
etc.
Segundo: A vista da Rua Campo Grande não melhora nada para quem vem para cá pela primeira vez, principalmente acompanhado de 25 pessoas que não conhecem Campo Grande e não sabem que rua é essa! 
Terceiro: Calor dos infernos com sol escaldante e a sensação térmica acima de 40º desafiando toda e qualquer lei da física.
Quarto: Meus pais reagiram super bem, até se preocuparam com ele, mas querido irmão fazendo cara de mau para tentar assustá-lo... sem comentários.
Quinto: West Shopping, sem mais. (Ao menos o milagre do ar do West Shopping estar funcionando aconteceu!!!!! \o/)
Sexto: O filme que o meu querido namorado me obrigou a ver... Por ser do gênero de terror, saiu do cinema todo marcado de unhas por causa dos meus sustos.
Sétimo: Pessoas estranhas de Campo Grande que metem o cacete no coleguinha que assusta ela no meio do filme de terror! (sério! essa cena foi hilária!!!)
Oitavo: A volta para casa... Sem trem e não sei como ele conseguiu achar o ônibus de volta, mas ok...

Porém, a verdade seja dita: vir à Campo Grande é sempre uma grande aventura! Histórias (algumas hilárias, outras bizarras e outras tristes) sempre hão de acontecer em qualquer viagem de vinda para cá. É a terra mais bizarra que eu conheço (por enquanto)! De qualquer maneira, espero que Deus te guarde na viagem de volta para casa, amor!

Ana Luiza Pereira

Carta ao meu player 1

                        Victor,

            Não sei por que escrevo uma carta, afinal, está tudo muito rápido (como a batida do meu coração). Desculpe os garranchos, está de noite e eu sei que a minha letra não é lá essas coisas. Eu sei que você gosta da minha letra (assim como eu inteira), por isso recomendo procurar a ajuda de um psicólogo, pois seus problemas mentais estão indo para o estágio avançado.
            Na verdade, esta é uma carta de desculpas. Sei que sou chata (e com o tempo piora), mas essa sou eu, “a reclamona” – como você diz. Eu me sinto péssima quando você “me põe de castigo”, fico pensando: Meu Deus! O que eu fiz de errado? Não quero que ele fique mal comigo... =( Embora eu saiba que, ao final do dia, estará tudo bem.
            Sério, eu tento dar o melhor de mim e ser o melhor de mim. Porém, eu simplesmente não consigo. Nunca acho que é bom o suficiente (seja para você, meus amigos, minha família e o resto).
            Então, peço, por favor; me contagie! Me contagie com tudo de bom que você é e tem: sua força, sua tranquilidade, seu carisma... Apenas me transforme no melhor que sei que posso ser do seu lado.
            E, por mais que você não me entenda as vezes, saiba que é só necessário para você saber que eu te amo e prometo estar do seu lado, afinal, é o mínimo que eu poderia fazer por alguém que me faz sentir completa.

Obrigada por me fazer tão feliz!

Ana Luiza Pereira

(sua player 2)

Minha infelicidade de não ser

Não sou poeta.
Nunca fui e nunca serei.
O poeta de verdade é boêmio,
se entrega verdadeiramente aos amores que sente
sem olhar para as consequências de seus atos.
Infelizmente, não tenho coragem para isso.
É instintivo a fuga de uma coisa 
que já sabemos previamente 
que não dará muito certo
(ao menos antes do fim).
A única pessoa em nossas terras e campos
que viveu e morreu como um verdadeiro poeta que era
foi Vinícius de Morais.
Fora ele, todo o resto, incluindo eu, é apenas um protótipo de poeta.
Um poeta de gabinete
que senta sua bunda numa cadeira e escreve
seja lá qual for a verdadeira razão de suas palavras.
Ou, como pode ser melhor definido;
um poeta intrínseco sendo excluso em vocábulos no papel.
Não sou poeta.
Não crio algo novo, muito menos sinto algo novo.
Apenas recrio, reciclo, modifico, ressinto...
Portanto, poeta é algo que eu nunca serei.

Ana Luiza Pereira

A desgraça de Erato

Não ouço mais aedos da Filha do Crônida.
Erato de seus belos lavores calou-se
aos ouvidos dos grandes e célebres rapsodos.
"Donde vem belos cantos seus que silêncio se ouve
agora na sua boca fechada?", perguntas ao poeta desgraçado.
Há mais tristeza nesses tempos em que
Erato aprisionada em apaixonadas redes dos pretendentes da Cípria amante.
Bravo guerreiro este, que desafiara os mais nobres deuses
ao aprisionar o aedo da Filha da Memória para si. Feras e pestes,
dos deuses a raiva pairá sobre o corajoso aqueu sem falta.
Alvitre ouça, querido aqueu, para descansares seus
músculos no leito da deusa Afrodite; sede ardil
entre homens e deuses e conquiste a confiança do Senhor do Olimpo,
Zeus, o senhor dos raios. Porém, não permitas tu que se cale o aedo
na boca do poeta que da Musa espera o canto. Com Erato,
o aedo é mais belo e áureo como o amor mais puro da Pandemônia.
Vá, bravo aqueu, aprisione eros em suas corajosas mãos
e inspire a filha de Mnemosine a cantar os mais belos sussurros
aos rapsodos do mundo sem demora ou hesitação.

Ana Luiza Pereira

Brasileiro

Ei você. Você está feliz com a vida que leva?

Vamos dizer que hoje você receba apenas um salário mínimo. Você é aquele trabalhador assalariado que sai de casa as cinco da manhã, é usuário de transporte coletivo. Assim como você, há centenas de milhares nesta situação. Você passou sua vida toda estudando e crendo na premissa de que os estudos darão a você um futuro melhor, pois bem, seu futuro chegou. Seu futuro está aí. Está feliz? Você se matou de estudar, não conseguiu emprego que queria e agora precisa sustentar sua família. É engraçado como vemos políticos dizendo que querem mudar o país mas eles não conseguem mudar o próprio caráter. Este país está apodrecendo aos poucos. Somos roubados, humilhados, maltratados, eles conseguem até tirar nossa dignidade, nosso orgulho...

200 milhões de brasileiros. Um país grande. 

Enquanto você está acabando de chegar em casa as oito horas da noite, sim, é esse o horário que um trabalhador chega em casa. Ele tem que estar no trabalho as sete horas da manhã. Ele é pai, tem esposa e dois filhos para cuidar. Sabe quando foi a última vez que ele parou para conversar com o filho? Saber se o filho está indo bem na escola? Talvez nunca. A escravidão a qual ele é exercido diariamente traga todas as suas forças. Sabe de quem é a culpa? Nossa.

Um policial sai as 4 horas da manhã de casa para ir ao quartel, no meio do caminho ele vê um assaltante assassinando um cidadão, ele saca sua arma e atira contra o assassino, matando-o. Há algo chamado "direitos humanos" que fará de tudo para que este mesmo policial seja taxado de criminoso. Esses "direitos humanos" farão desse policial um criminoso. E mais uma vez, de quem é a culpa? É nossa. 

Somos culpados por não exigir leis mais rigorosas contra corrupção, assassinato, roubo. Somos culpados. Mas você sabia que temos o maior poder de todos? Um poder que pode mudar eras, um poder que pode destronar poderosos. Nós temos uma ideia, nós somos um ideal. Uma convicção.

Uma convicção não tem pele, uma convicção não tem sangue. Ela não pode ser morta, não pode ser destruída. Somos capazes de criar um mundo inimaginável, de fazer nosso país crescer além dos céus. 

Você acha mesmo que apenas alguns políticos são capazes de deter um ideal? Acha mesmo que eles teriam coragem de ir contra o seu país? Um país é feito do seu povo. Não é o povo que tem que ter medo do Governo. É Governo que tem que temer o povo. Pois o suor derramado do trabalhador lavará o Espírito deste país. 

O destino está aí. Cabe a você moldá-lo. Cabe a você decidir se você vai lutar ou se você vai ser apenas mais um a sorrir enquanto seu coração chora por um futuro melhor.

Autor Desconhecido

A lenda de uma princesa


Há muito tempo havia a lenda de uma princesa.
Frágil, mas não tão frágil assim...
Boba, mas não tão boba assim...
Esperta, mas nem tanto...
Sonhadora, e até demais...
Alegre sempre, assim como apaixonada.
Até que a linda princesa se apaixonou...
Ele era um perfeito cavaleiro e cavalheiro.
Combatia o mal para a simples princesinha ficasse bem
E a tratava bem e cordialmente.
Ele gostava dela
E ela queria que isso fosse para sempre.
Muitas coisas aconteceram nessa historieta...
Umas boas, outras ruins e, algumas, melhores ainda.
Mas, num belo dia, ela foi ao encontro dele no bosque encantado,
E ele fez dela a princesa mais feliz da face da terra.
"Quer ser a minha princesa?"
Num sorriso de orelha a orelha, ela responde um sonoro "Sim".
Ninguém sabe se foram "felizes para sempre", pois essa historieta ainda está sendo construída
(diz a lenda...)
Muitas coisas boas e ruins virão,
Mas só o tempo dirá o "para sempre" dos dois...
Enquanto isso, o "agora" apenas diz que os dois são felizes juntos.

Ana Luiza Pereira

Contagem Regressiva

10 palavras a dizer
9 coisas a fazer
8 coisas a analisar
7 coisas a sentir
6 coisas a memorizar
5 afazeres antes de dormir
4 loucuras a gritar
3 coisas para não se mentir
2 bocas a se beijar
1 verdade a se falar:
eu amo você.

Ana Luiza Pereira

Razões...

Existe milhões e milhões de razões:
umas são para te zoar, outra para te odiar, algumas para te bater...
Mas todas elas se unem
Se atraem pelo o seu ser e seu jeito mágico...
Me maltratas deixando-me extremamente curiosa,
Mas cuidas de mim, se preocupado infinitamente...
Posso odiar suas brincadeiras e te espancar por causa delas,
Mas amo seu jeito gentil e seus gestos de carinho.
Amo seu sorriso meio torto que acontece inesperadamente,
Amo seus olhos brilhantes e felizes,
Amo sua determinação,
Amo o jeito que me faz rir...
Apenas amo.
São milhões de razões a serem citadas,
Nenhuma tem explicação exata.
Afinal de contas,
"Quem um dia irá dizer que existe razão nas coisas feitas pelo coração?
E quem irá dizer que não existe razão?"

Ana Luiza Pereira

Receita para um texto

1 Verbete de dicionário de alguma palavra incomum e interessante
1 Papel
1 Caneta
Criatividade

Modo de preparo:

Corte o verbete de dicionário para a definição que mais lhe agradou. Coloque esse recorte no papel. Pegue a caneta e misture tudo. Adicione a criatividade a gosto.

Ana Luiza Pereira

Um parabéns diferente

Eu tentei procurar o dia todo palavras além dos "Parabéns! E que Deus te abençoe!"...
Sinto muito, não achei. 
És meu amigo. estás comigo sempre e já passamos por maus bocados juntos!
Mas isso não acrescenta em nada no clichê dos parabéns...
Pelo o contrário, só o torna mais clichê!
Pois eu diria: "Que Deus te dê muitos anos de vida pela frente para que possamos conviver e que você possa me aturar!".
Puramente clichê...
Desculpe se no dia do teu aniversário eu não consiga encontrar palavras o suficiente para te parabenizar, apesar de todas as brigas, discussões, aconselhamentos e de todo o seu jeito dramático.
Eu e Deus te amamos e te guardamos!
Sou teu anjo e és o meu anjo de Parnaíba!
E que você não desanime em sempre buscar a paz de Cristo e o amor da Mãe Maria!
Feliz aniversário!

Ana Luiza Pereira
Dedicado ao aniversário de Luan Figueiredo.

Beatriz - Felicidade junto a Deus

Eu não sou mais uma inocente calada pelas calamidades da vida.
Pelo o contrário, vim ao mundo para te fortalecer.
E fui embora dele para te abençoar pertinho do Papai do Céu.
Seja forte, mamãe!
Papai, seja fortaleza! Mamãe precisa de você!
Não me enterre com lágrimas, não estou longe de você, mamãe!
Eu sou a sementinha que plantou o mais puro amor em você e no papai.
É isso que eu sempre fui; um anjinho.
E agora estou no meu lugar; no céu, zelando por quem me zelou na Terra.
Sejam fortes, papai e mamãe!
Estarei lá no céu rezando por vocês junto com o Papai e a Mamãe do Céu!
Eu amo vocês!

Ana Luiza Pereira
Texto em homenagem à alma de Beatriz Carvalho.

Declaração a alguém importante


O tempo passa, eu perco o medo nos seus braços e enfrento a vida com olhos diferentes quando estou fora deles. Sinto-me bem e confortável a cada "Bom dia!", a cada vez que me chama pelo apelido ou que diz que me ama... Eu simplesmente amo isso. Cada parte de você: cada sorriso, cada olhar, cada abraço, cada carinho... Amo você por inteiro por ser a junção de cada parte. O tempo não pôde impedir que você, em tão pouco tempo, se tornasse a pessoa mais importante da minha vida e o motivo da minha felicidade todos os dias. Obrigada por estar aqui, do meu lado, e escolher a mim como sua confidente, cumprirei meu trabalho com o maior carinho e prazer. Desculpe-me não ser perfeita, mas farei o máximo o possível para te fazer feliz e arrancar o sorriso que se tornou a razão da minha felicidade. Não importa o que aconteça, estou aqui para cuidar de você e estar sempre do seu lado, pois eu te amo e sou capaz de tudo para te fazer feliz.

Ana Luiza Pereira

A rosa de luto


Procuro uma rosa capaz de sintetizar todo o meu luto.
Uma rosa que consiga demonstrar
toda a saudade que eu sinto
e todas as lágrimas que derramo
ao me lembrar do seu nome.
Um nome afável,
com um gesto agradável...
Tudo o que fazia era com amor e por amor.
Lembro-me muito bem da sua figura,
do seu cheiro
e um pouco da sua voz.
E sinto falta...
Sinto falta de chamar seu nome,
de abraçar sem porque,
de estar em casa contigo sempre...
Procuro uma rosa rara,
negra da cor do meu luto,
capaz de sintetizar a saudade que sinto 
nesses anos todos que estive sem você.
Uma rosa que sintetize a saudade,
não porque você se foi,
mas porque dói a falta no coração de todos os que ficaram 
e que lembram o seu nome...

Ana Luiza Pereira

O meu amado lugar


Eu não precisava de redes, de camas, de chão. Nunca precisei. Apenas preciso de um abraço. Apertado, caloroso, que transborda amor... Para falar a verdade, eu tenho um lugar:

Um lugar comum.Sem belas paisagens, sem mar, sem bosque, sem brisa. Um lugar iluminado com o brilho como o sol com cores diferentes, tonalidades únicas. Um lugar onde meus dedos são entrelaçados e meu corpo aquecido. Um lugar onde eu me completo e eu sorrio.

Um lugar com música; sendo ela alegre e calma ao mesmo tempo. Uma melodia sem igual que me faz adormecer sorrindo. Nem tambores, nem trompetes, nem violões, nem guitarras ou qualquer instrumento afim poderiam imitar a melodia desse som. É a música que quero para me fazer ninar e despertar.

Porém, meu lugar tem nome. Um nome conhecido e comum. Mas nenhum outro que contenha o mesmo nome poderá se equiparar a ele...

"Mas que lugar é esse que essa maluca tanto diz?" Ora, as dicas são: o meu lugar especial é nômade, bobo e feliz. O meu querido lugar, amado travesseiro, é o seu coração.

Ana Luiza Pereira

Não cansa de existir?


Você não me cansa de me fazer feliz?
Sua presença me conforta,
seu abraço me acalma,
seu beijo me inflama.
Você não me cansa de me fazer sorrir?
Sua brincadeiras me tiram do sério,
seus sussurros me deixam sem graça,
suas mordidas me arrepiam.
Você não cansa de me admirar?
Seus olhos brilham,
seu sorriso se abre,
seu coração se alegra.
Você não cansa de me amar?

A cada dia perto de você, mais feliz eu fico,
mas você não cansa?
Sou chata, nervosa, ansiosa, irritada...
Não estou reclamando,
apenas estou dizendo que amo seu jeito fofo de me tratar
e o seu jeito bobo de me fazer rir.
Porém, espero que você cuide bem
do meu coração que você rouba um pedaço a cada dia.

Ana Luiza Pereira

Conjugação do verbo mais FODA

Eu tô fudido.
Tu é foda.
Ele é foda.
Nós nos fudemos.
Vós estão fudidos.
Eles se fuderam...

Ana Luiza Pereira

Relicário


Tudo eu observo
e com muito amor guardo:
sorrisos e lágrimas,
amores e desavenças,
cartas e emoções,
palavras e sensações,
fé e descrenças,
paixões e lástimas...
Enfim,
Não há palavras o suficiente
para descrever o que eu guardo
num sorriso,
numa lágrima,
num olhar.
Minha mão perto do meu coração,
guarda no meu singelo relicário
lembranças que nunca hei de esquecer.
Uma música,
um lugar,
um cheiro...
Se é você que esteve comigo,
que me fez sorrir ou gargalhar,
que coloriu os meus dias e noites com seu abraço,
saiba que:
no meu relicário você está,
guardado entre os Elísios de minhas memórias
de criança, menina ou agora.
Apenas o mais singelo e puro amor
pode entrar pela fechadura de um relicário.

Ana Luiza Pereira

Sorriso


Não sei porque meu sorriso fica tão feliz contigo.
É uma sensação de conforto e proteção que você me trás
que ele simplesmente desabrocha.
Observo o seu sorriso bobo ao meu lado,
me envolvo em seus braços,
escuto o bater do seu coração,
faço cafuné...
Poderia ficar ali eternamente contigo,
vendo as horas passar
e apenas o seu sorriso que me faz feliz permanecer.
Não importa:
cada gesto que você faça,
cada palavra pronunciada,
cada arrepio...
O sorriso só aumenta,
meu coração faz festa digna de escola de samba
e eu sou capaz de dizer, timidamente, com os olhos fechados:
"eu te amo".

Ana Luiza Pereira

Pai

Queria ser criança para, na minha inocência,
te dar um abraço e dizer:
"Paizinho, te amo de montão!"
Queria me lembrar do porque 
dos nossos desentendimentos
na minha adolescência.
Queria saber o que eu farei na minha fase adulta por você...
Mas não importa o quanto eu cresça,
és meu pai e eu sua filha.
Meu amor por você não irá mudar, nem com o tempo,
nem com as mudanças, nem com a vida
ou com a morte.
Sei que está comigo e eu estarei sempre com você.
Eu te amo, meu eterno pai!

Ana Luiza Pereira

Homenagem ao Padre

Padre...
Esse nome não foi escolhido por acaso.
Ser padre é ser "pai"; um dom especial de Deus que é concedido a poucos.
É ser esposo da Mãe Igreja e trabalhar a serviço de seu bem.
É ser pastor de ovelhas, chamar as perdidas e não se esquecer das que tem.
É aconselhar os que estão fracos e que precisam de luz.
É ser a face de Cristo, por mais árdua que seja a luta de ser um Padre cristão.
A verdade é que ser Padre não é fácil.
Ser Pai de uma comunidade nunca foi uma tarefa destinada a muitos.
Mas Deus te escolheu por uma razão:
És humano e tens sede de Deus.
Tens amor o suficiente em seu nobre coração para ajudar ao seu próximo a descobrir a Cristo.
Por isso que és Sacerdote e Pai: porque sabe amar e conhece a Cristo.
E é esse amor que define seu espírito; jovem, feliz e sorridente.
Amor que sempre fará de você ser quem você é: Padre Koodathinal Joseph Thomas.
Nós, da Comunidade São José Operário, especialmente do Grupo Jovem, lhe desejamos parabéns e que Deus sempre te abençoe!

Ana Luiza Pereira
Homenagem feita ao aniversário de ordenação ao Padre Thomas, pároco da Paróquia São José Operário de Campo Grande/RJ.

Cante, Musa Klío, cante!

Cante, ó Klío, filha do Crônida,
as facetas dos homens
de longas cabeleiras e fortes músculos,
e suas façanhas nos abismos marítimos movimentados.

Cante, Musa, os monstros que encontraram no vasto azul
como o céu e que se fez na terra.
Cante o sangue derramado dos marinheiros
e o pavor sombrio dos capitães.
A sombra de tamanhos monstros
sangue e terror foram plantados
à beira de redemoinhos entre o mar sem fim.
Cante os monstros, Calipso e Caribdes,
terror dos marinheiros Argos de longas joelheiras.
Cante a expedição náutica de heróis com nomes gravados
pelos aedos cantados nos séculos por um povo que te ouve.

Cante seu belo cantar!
Cante histórias heroicas, ó grande Klío!
Nós, povo de longas joelheiras e pouca sabedoria,
não sabemos viver sem suas histórias de coragem, força e fervor.

Ana Luiza Pereira

Anjos de Deus

Quando somos crianças, o mundo coloca em nossa mente que os anjos são aqueles seres celestes, vestidos de branco, com asas, cabelos cacheados e rosto delicado. Enfeitam nossos quartos com anjinhos e a Oração do Anjo da Guarda para que sempre tenhamos bons sonhos quando ainda somos simples crianças. Mas, apesar de esses anjos que temos em nossa lembrança existirem, será que todo anjo tem que estar vestido de branco, com asas, cabelos cacheados e rosto delicado? Será que, para vermos esses anjos, precisamos dormir, pois eles não existem em nossa realidade?

Às vezes, Deus coloca pessoas em nossa vida para nos tirar da dor, do sofrimento, da tristeza, da ilusão. Aquele amigo que te pega pela mão quando você está no fundo de um poço escuro e te ajuda a sair de lá, trazendo-te de volta ao teu lugar. Aquele que cuida de tuas feridas, para que elas cicatrizem o mais rápido possível. Sempre tem aquela pessoa que está lá, puxando tua orelha, sendo chata e rindo com você apesar dos pesares. Pessoa que você sente saudade de falar quando está distante, mas a guarda em teu coração.

Pessoas sábias, capacitadas por Deus para sempre terem paciência em nossas crises, uma palavra certa nas nossas confusões, um sorriso de conforto no nosso prezar, uma chamada de atenção no nosso cair... Pessoas sem iguais. Pessoas que são, sem dúvidas, aliadas de Deus em nossas vidas, aliadas de Deus na Terra. Elas são presentes de Deus para nós. Aliás, muito mais que presentes, muito mais que amigos, são anjos que Deus enviou para nós, pois Ele nos ama tanto que quer estar perto de nós a todo instante, e a maneira que Ele encontrou para isso foi através dessas pessoas. Sim, existem anjos ao nosso redor, basta você perceber, e esses anjos têm nome: são os seus amigos. 

Ana Luiza Pereira & Luan Santos Figueiredo

Casa das tartarugas

Todos os dias eu faço o mesmo caminho de volta para casa. Um caminho tranquilo, sem muito movimento, com muito vento, sol e ar fresco. Esse caminho me faz pensar ao som de qualquer música alta que eu estiver ouvindo. Então eu paro, em frente a mesma casa, admiro o chafariz, as plantas e as tartarugas que estavam por toda a parte.

São poucos segundos que eu fico ali parada, mas sempre sorrio. Até que um dia eu senti as tartarugas sorrindo para mim! Eu estava suando, me lembrando do dia feliz que tive e meu coração batia...

Comecei a andar e lembrei de risos de uma festa, risos que sempre me conquistam... Risos que me tiraram o fôlego. Voltei para casa, já sabendo de uma verdade que não gosto de admitir. Não esperava  ver a hora de passar de novo por aquele caminho, sorrindo mais uma vez.

Não me importei do tempo que passou e eu não vi mais aquele chafariz e aquelas tartarugas, só me importava com o status de uma pessoa que me tirava o fôlego de tantos sorrisos e risadas. Mas, me lembro exatamente, quando voltei a andar aquele caminho, com o celular na mão mandando mensagem, até que paro, olho, sinto e sorrio:

- Olá cupido! Senti sua falta...

Ana Luiza Pereira

Um simples poema

"Olá Vencedor!
Como está?"
Meus cumprimentos a você.
Com um sorriso nos lábios de te ver,
apesar dos cabelos a menos que me faz arrancar.
"Chato! Feio! Irritante! Implicante! Bobo!"
Duas crianças implicando para arrancar o sorriso da outra.
Assim, ao final do dia, com todo o cansaço, um se apoia no outro.
Faço do teu ombro meu mais querido travesseiro,
suavemente, pegando sua mão para dizer:
"Eu estou aqui!"

Ana Luiza Pereira

Oração matinal do servo

Bom dia, meu Deus!
Bom dia, Espírito Santo!
O que queres que eu faça por Ti hoje?
Queres que leve Tua Palavra ao meu irmão?
Queres que eu ajude meu próximo com o que eu tenho?
Queres que eu vá aos quatro cantos?
Guia-me!
Sou nada sem a luz do seu Espírito!
Guia-me entre os caminhos tortuosos e escuros dessa vida.
Não deixais que eu caia, segure-me firme nos seus caminhos!
Estou de prontidão para ser seu servo.
Por onde irei?
Seja onde for, não deixais que eu me separe de vós.
Assim seja!
Amém.

Ana Luiza Pereira

Dignos intercessores

"Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida. Ninguém vai ao Pai, senão por mim."(Jo 14, 5) Sim, Jesus Cristo é o caminho para o Pai e para a santidade, é Ele o nosso principal objetivo e o principal intercessor quando promete: "Eis que estarei convosco todos os dias, até a consumação dos séculos." (Mt, 28,20). Porém, uma coisa também é fato: nem Jesus viveu por esta Terra sozinho. Ele tinha uma mãe, tinha discípulos e tinha amigos intercedendo por ele e junto dele em todos os momentos da vida.

Prova maior que isso não há do que nas Bodas de Canaã, Maria intercede pelos outros convidados pedindo a Jesus um milagre. Outro momento é Maria, irmã de Martha e Lázaro, amiga de Cristo, que ouvia-lhe sempre com muita atenção e fervor, enquanto Martha se ocupava de seus afazeres. Ela também esteve aos pés da cruz intercedendo por Jesus, mesmo sabendo, no fundo, que a cruz era necessária para redenção do mundo. Ela também intercedeu por nós, pois ela ouvia a Cristo...

Assim é com a nossa vida. O caminho da santidade, ou melhor, o caminho que nos leva a Deus é muito difícil, estamos em constante prova de fogo. Portanto, Deus nos deu anjos aqui na terra, anjos capazes de rezar, pedindo ao Pai pela a sua vida. Eu não vejo isso senão como uma singela intercessão. Afinal, com uma singela oração, a vida de alguém pode mudar. Deus olha por nós e Cristo espera que, de mãos dadas, sejamos Igreja Viva Dele. Não conseguimos ser igreja sozinhos, podemos conseguir renovar nossos corações com orações pessoais, mas, com a solidão, tudo é tão difícil e vazio. Parece que a solidão torna tudo frio e desmotivador, mesmo estando em Deus.

A verdade, meus amigos, é que Deus nos deu pessoas capazes de mudar nossas vidas a todo o instante, oremos por elas! Não desperdice cada segundo caloroso com elas, estejam sempre em Deus! E, lembre-se: interceder é servir de intermediário (Dicionário Priberam) entre Deus e o próximo, sempre junto de Jesus Cristo.

Ana Luiza Pereira

Um verso para um chato

Um chato esse verso me pediu
E fez tudo para convencer, então, conseguiu
Estou aqui, tentando escrever
O versinho que o chato me mandou fazer.

Ana Luiza Pereira

Marcado com sangue


Há muito tempo atrás,
um espírito pairou por esses cantos,
uma voz teceu uma profecia
e mãos sagradas começaram uma obra.

Esse espírito, voz e mão deixou a obra destinada a ser sagrada nas mãos dos seres mais falhos.
Seus filhos o traíram e quem os criou não deu as costas para eles.
Deu a primeira chance,
seus filhos não mudaram.
Deu a segunda chance,
seus filhos nada fizeram.
Anunciou a terceira chance,
fez um filho puro como o pai
e o pôs no meio dos seus outros filhos para que ele reinasse entre os corações feridos e cansados.
O que fizeram?
O traíram e o crucificaram.

Mas não foi em vão.
O sangue derramado naquela cruz é o sangue que nos marca.
Este sangue é capaz perdoar a cada pecado que cometemos.
Este sangue é capaz de afastar todo o mal.
Este sangue é capaz de nos revigorar,
Capaz de renovar nosso coração triste e cansado.
Este sangue que nos faz ser mais filhos do Pai que nos criou,
Mais próximos de santos,
Mais próximos do céu.
Quem não quer o paraíso?
Todos querem o paraíso, mas ninguém é capaz de lutar por ele se sacrificando no alto de uma cruz pelos que foram e os que virão,
Pelos os que amam e os que não amam,
Pelos os que o conhecem e não os conhecem,
Enfim, por toda a humanidade.
É o sangue de Cristo, meus irmãos,
Que nos prepara para o mundo que há de vir.

Ana Luiza Pereira