Natalidade


Todos esperam essa época do ano. Para a maioria das pessoas; é a época mais feliz que tem, pois é a época de dar e receber presentes. Para alguns; não é tão feliz assim, pois é a época que a TV mais mexe com nossa cabeça, nos deixando cada vez mais supérfluos. Para outros; é um dia comum.

Mas não é só isso... Vejo nos filmes e maratonas de seriados, Hollywood tentando exprimir o verdadeiro significado do Natal, mas eles sempre deturpam com a imagem comercial dessa época: o Papai Noel. Sendo que, na verdade, o verdadeiro Papai Noel, São Nicolau, foi uma figura que representou a caridade cristã perante homens pagãos na Idade Média.

O fato que venho exprimir é uma coisa que todos sabem: Natal é tempo de família. Tempo das pazes, tempo de sorrir e abraçar, tempo de cuidar da família que tens. Tempo de ver todos como uma família só e ser humilde e dar ao seu irmão que não tem luxo algum, e não a quem já tem ou é da sua família de sangue. 

Esqueçam o presépio e a árvore. Olhe em você: é você que espera pelo Natal e, provavelmente, por Cristo que vem. Quais seus defeitos? Você quer mudá-los? Então, lhe darei a primeira dica: prepare seu coração. Cristo habita em nossos corações para sempre, mas renasce em nós em cada Natal, Páscoa e afins. Seu coração é uma manjedoura de Cristo? Deus gosta dos servos mais obedientes e humildes, se nosso coração é soberbo, egoísta e mesquinho, com certeza, nesse Natal, Cristo não nascerá em nós.

Eis o maior segredo de Deus: NÓS somos o presépio vivo. Mas não transbordamos essa alegria sendo estrelas guias a outras pessoas. Até mesmo em nossa família, quantas e quantas vezes nesse ano ela precisou de Cristo e você não mencionou seu nome? Se Deus não preza a família, o Filho do Homem apenas teria descido dos céus.

Então, amigos, zele pela sua família e pela natalidade de Cristo que habitará em você. Seja Maria, José, Rei mago e estrela guia desse Cristo. E tenha um Feliz Natal!

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!