Canção dos olhares

Vi olhos, tais olhos...
Olhos que vi vibrantes,
olhos inertes,
olhos secando horizontes.

Olhos de cor doce,
cor que dá fome,
cor que te come
nas piscadelas antes - dorme.

Olhos que o tempo mudara,
olhos irreconhecíveis,
olhos visíveis,
olhos notáveis...

Tais olhos que te quero meu!
Tais olhos quero que guias sejam.
Olhos que não pereçam,
olhos que mereçam...

Tais olhos imortalize, pois, em mim
para termos um fim
nesta canção de amor arredia.
E com o amanhã virá o dia
que terei os olhos perfumados de jasmim...

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!