Vida de ilusões

Queria poder ter uma vida sem ilusões, mas a vida nos impõe ilusões desde criança. Pensamos que ser adulto é ser forte e invulnerável, mas cresci e vi que os adultos são bem mais humanos vitimizados que as crianças abandonadas (ao menos eles se fazem assim). Portanto, criei uma barreira guardando minha infantilidade e cultivando-a aos poucos. Já me chamaram de criatura estranha por ser assim, mas percebi nas crianças a fortaleza que um adulto precisa. Sua ingenuidade e inocência os fazem felizes, imbatíveis e extremamente fortes. Um adulto ao olhar com olhos de ressaca uma criança, sua ressaca se torna uma inveja da vida boa e de sua beleza interior. Podem me julgar de estranha, sou feliz apesar do medo de crescer. Amadurecer não significa perder a criança que você é, mas significa aprender com a vida; seja com olhos de criança forte, olhos de adolescente apaixonado ou olhos de adulto de ressaca.

Ana Luiza Pereira

1 comentários:

Janaina R. disse...

Simplesmente amei, tudo o que penso e tento ser apesar do mundo todo dia tentar corromper a criança.

Postar um comentário

Comenta, por favor!