Encontros e desencontros (Escrito por Fernanda Ferreira de Barros Campos)


Na vida, às vezes perdemos pessoas que muito amamos e não sabemos o por quê. Às vezes, ganhamos pessoas que nunca esperávamos e nos surpreendemos. 

A vida não tem nexo, é um emaranhado de desencontros para no final nos reencontrarmos. É um amontoado de encontros para podermos recomeçar. 

Porque a pessoa amada que nos deixou, essa não pode ser substituída nunca. E fica a lágrima escondida em um coração dilacerado que já não espera o regresso do amor que se foi. 

Já a pessoa que entra em nossa vida, sem pedir licença, essa vem para nos reconfortar, para mostrar que ainda existe os "ses", "poréns", "mas". 

A vida é mesmo uma controversa em uma confusa e injusta corrida pelos porquês... A vida vale cada minuto apesar da eterna vontade de desistir.

A essa pessoa que se perde perde de nossas vida, chamo... Infortunado... Perdeu um tesouro... Um amor... A essa pessoa que se lança como um cordeiro, como um amigo que me levanta ante meus infortúnios... Esse... Chamo Deus!

Fernanda Ferreira de Barros Campos

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!