Festa do silêncio

Momento de festa e alegria
E eu aqui, mais uma vez
Mesmo eu cheia de euforia
Mas hoje meu grito não tem vez

Quero brincar e sacanear
Mas com quem que eu vou zuar?
Esses amigos não são meus...

Sinto uma hostilidade passando
Esse não é o meu lugar, essa não é a minha turma
Embora eu quisesse ficar
Sinto que não sou bem recebida

Hora dos parabéns,
E eu trancada num canto
Com meus olhos fechados
Tento fazer que disso um pesadelo
Mas algo dentro de mim quer me humilhar
Me mostrando a realidade:
Ninguém sentira a minha falta naquela festa
Sou mais uma peça descartável

O pior que há alguém que me faz sentir assim
Embora eu acreditando que não queira, eu sinto
E temos laços, laços sanguíneos
Aparências iguais
Mas somos de "naturezas" diferentes!

Sinto-me triste por me sentir assim
Mas o que fazer?
Calo-me durante o partir do bolo
Esperam que entendam que estou aqui
Esperando para ser servida...

Ana Luiza Pereira
Feito dia 8/01/2007.

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!