Aprendi com a vida


Aprendi as duras custas que palavras não resolvem tudo, mas podem acalmar as coisas por algum tempo.
Aprendi as duras custas que quem tem o dom da palavra pode convencer qualquer um de fazer qualquer coisa, mas você não pode programar todos a sua maneira e a seu gosto, temos o livre arbítrio para sermos o que quisermos.
Aprendi as duras custas que palavras nem sempre encorajam alguém, é necessário confiança em si e nas palavras que você diz a si mesmo para acontecer.
Aprendi as duras custas que tudo é uma questão de crença, você só se torna aquilo que você acredita ser que é.
Aprendi as duras custas que viver é aprender, por mais que você se machuque muitas vezes.
Aprendi as duras custas que tudo muda, por mais que o "hoje" pareça igual.
Aprendi as duras custas que ser racional nem sempre é melhor alternativa para as pessoas que querem aprender a amar.
Aprendi as duras custas que não é usando pessoas como escada que você tem sucesso na vida.
Aprendi as duras custas que cair é consequência inevitável de qualquer dor de coração partido.
Aprendi as duras custas que tudo é relativo e tem seus milhares diferentes pontos de vista, basta escolhermos qual que nos convém.
Aprendi as duras custas que, às vezes, expor opiniões divergentes gera briga e discórdia, quando devíamos saber aceitar.
Aprendi que no fundo somos todos egoístas tentando ser altruístas (ou socialistas), mas nem sempre a sociedade que vivemos nos deixa sermos assim...

Ana Luiza Pereira

1 comentários:

Anônimo disse...

Parabéns, lindo texto.

Postar um comentário

Comenta, por favor!