Ode à amiga

Para uma amiga que há muito não vejo, faço tais declamações de amor.

Sou um carrapato,
Você minha vítima.
Na sua amizade estou hospedado
E o seu suor me ilumina.

Sou um palhaço,
Você minha plateia.
Não temos nervos de aço,
Por mais que a gente queira.

Eu sou doida,
Você minha psicóloga.
Por mais que por dentro esteja moída
Pra cima você me coloca.

Sou o pecado,
Você meu perdão.
Por mais que eu saiba que esteja errado,
Você nunca disse um não.

Do meu lado esteve,
Lágrimas já secaste,
Sorriso já manteve
esta amizade linda que perduraste.

Sei que não sou de todas a melhor pessoa
Embora aqui eu queira dizer
Que por mais que eu seja má contigo ou boa
Quero sempre no fundo te agradecer.

Obrigado por existir,
Obrigado por consolar,
Obrigado por compreender,
Obrigado por entender,
Obrigado por estar...
Apenas, obrigado amiga por estar aqui!

Ana Luiza Pereira
Em homenagem à minha amiga Caroline Cantilho que faz aniversário hoje.

1 comentários:

caroline disse...

Amo muito esse meu carrapato gigante!

Postar um comentário

Comenta, por favor!