Interminável batalha



Não há batalha mais difícil do que lutar contra você mesmo, contra seus demônios, contra seus vícios, seus medos e seu ódio. Ver-se no espelho sendo abraçada por uma dor, solidão e loucura é, no mínimo, desesperador. Deixa-se entregar nesta batalha é, no mínimo, burrice.

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!