Mulheres


Como é difícil ser mulher!
Nascemos gritando ao mundo
Para que ouça nosso nome
Somos criadas para sermos
Meigas, ouvintes e carinhosas
Sem descartar a personalidade que vem de nós

Como é difícil ser mulher!
Crescer num mundo que nos rotula
Num mundo que nos faz de frágeis,
Onde não somos as certas,
Num mundo onde devemos abaixar nossas cabeças.

Como é difícil ser mulher!
Crescer e lutar
Gritar para ser ouvida
Fazer do seu nome história
Seja essa a própria História ou a sua história.

Como é difícil ser mulher!
Sentir dores mensais
Ser mais resistente e forte que qualquer outro ser
Sentir a dor do parto
E dar a luz a um pequeno ser:
O futuro.

Como é difícil ser mulher!
Trabalhar fora e ser mãe...
Trabalhar em casa e ser mãe...
Tanto faz! É difícil...
Difícil criar um filho; dar-lhe comida, abrigo, segurança, educação
Sabendo da responsabilidade que aquele será o futuro cidadão

Como é difícil ser mulher!
Difícil ter um contrato de estar sempre linda,
Estar sempre certa,
Ser sempre amiga,
Ser sempre compreensiva,
Ser sempre mãe,
Ser sempre mulher.

Como é difícil ser mulher!
Ver um dia tudo em que se acreditou ir embora,
Até seus filhos...
Esperar para o dia que voltem
E sempre sendo acolhedora para sua chegada

Como é difícil ser mulher!
Ter uma vida longa e instável
Nos seus amores, nas suas lutas e nos seus hormônios
Numa sociedade que dita as regras de como é a perfeição
As mulheres conseguem ser mais que isso,
Elas são heroínas, lendas vivas
Mas não imortais.
Nem todos os nomes dessas mulheres fazem a História,
mas sempre deixam alguma história para contar!

Viva às mulheres!

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!