Em busca da plenitude

Eu queria saber das coisas, viver minha inteligência em plenitude, mas há falta de sabedoria nas pessoas.

As coisas tem ficado difíceis no mundo, e as pessoas nem sempre estão adeptas a mudanças bruscas, impedindo a vivência em plenitude da razão e da fé.

Quando se vive, se acredita. Quanto se acredita (seja em Deus ou não), há fé. Mas em quê? No dinheiro? Quantas pessoas no mundo tem fé no efêmero?

Eu tenho fé na vida. Ela é efêmera? É. Mas também uma grande professora e são em suas aprendizagens que me agarro.

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!