Paranoia, medo e ciúmes


          Às vezes, esquento a cabeça muito fácil. Normal para uma mulher, principalmente quando se está no ciclo menstrual. Porém, não é o ciclo que me vem esquentado a cabeça, mas o medo.
                Eu já passei por poucas e boas, já presenciei muitas coisas e senti outras que pessoas da minha idade nunca ouviram dizer. Já estive a beira da linha tênue da vida e morte, sanidade e loucura. Muitos não aguentariam e eu mesma me pergunto como aguentei.
                Uma coisa eu garanto; nada, mas NADA supera minha paranoia, meu ciúme e meu medo mascarado de perder quem eu amo. Vivi numa família protecionista, fui e sou protegida como um tesouro raro, isso ajuda nessa paranoia, em não deixar ir e querer proteger sempre. Mas, não se pode ser assim... A vida não é como se quer, mas como se pode ter.  
Amor é ser livre... Mas também é lutar pelo o que se sente. Como lutar com medo e paranoia vencendo? Perdi muitas pessoas por deixar esse medo vencer. Às vezes dá saudade do que eu vivi com elas e me arrependo por não ter lutado mais.
É por isso que eu falo para você, leitor; não sejais como eu. Lute, persista! Não deixe de modo algum este medo, paranoia ou os ciúmes vencer esta luta! Não se arrependa mais tarde por isso...

Ana Luiza Pereira

1 comentários:

L.S.F. disse...

Acho que é o que eu sempre te disse neh? CORRA ATRÁS DA SUA FELICIDADE!

Postar um comentário

Comenta, por favor!