Ciclo


Sabe aqueles dias felizes que do nada dão errado? Então. Hoje é um daqueles. Não espero mais nada de ninguém, muito menos de mim. Não espero ser feliz, ficar com alguém, não espero o amor, confiança. Mas ainda assim, eu sou eu mesma, ainda assim, algo me faz seguir em frente.

Sabe o que eu mais odeio em mim? TUDO. Meu coração bondoso, a parte provocante, quando eu consigo inexplicavelmente compreender e aceitar (quase) tudo, como eu sou amiga, companheira, a minha parte louca, inconsequente, a parte que sabe o que quer mas se cala por algum motivo... Não importa quais das minhas "eu"; odeio todas elas.

"Você é incrível, especial... Diferente das outras." Não vejo essa diferença no meu dia-a-dia. Na verdade, só comprova o quanto SOU BURRA e caio de amores. "Ele não te merece. Se fez sofrer é porque não é o melhor para você." Não sou de esperar o melhor para mim, sou de lutar pelo o que eu sinto. Mas a consequência é sempre o sofrimento.

Querem uma verdade? Cansei. Cansei da vida, da minha loucura, cansei de ser eu mesma... Simplesmente cansei de TUDO. Quero ser independente, me libertar dessas amarras de sofrimento. Não quero mais arrancar palavras exatas que não conseguem ser ditas pelas pessoas que amo. É HORRÍVEL. Simples pesadelos sendo minha realidade... Até quando? Minhas lágrimas rolam, sei que vou seguir em frente, até me apaixonar e cair novamente.
Ana Luiza Pereira

1 comentários:

Gio, Infinitivo Perpétuo. disse...

"Não sou de esperar o melhor para mim, sou de lutar pelo o que eu sinto."

Adorei a postagem, você melhora a cada dia...
Só lhe falta um pouco de otimismo... Mas isso é de cada um, reagimos diferentemente.

Enfim, parabéns!

Postar um comentário

Comenta, por favor!