À todos os meus amigos


A verdade? Eu me orgulho dos amigos que tenho.  Posso brigar, posso discutir, posso me estressar, até levantar a voz e xingar, mas eu os amo muito e encho a boca para falar o nome de cada um deles. Defendo de unhas e dentes cada um, elogio e nunca, jamais, irei me esquecer de tudo o que eles fizeram na minha vida. Alguns podem ter sido passageiros, mas todos marcaram de alguma forma, porém sempre há os especiais que estão ali para o que der e vier: tristeza, alegria, surtos de loucuras, paixões de verão, horas no telefone, horas na casa deles batendo um papo, risos, músicas, jogos… eles existem para TUDO! São meus irmãos, parceiros, amigos e colegas. São meus chatos, irritantes, implicantes, boêmios, feios, imperfeitos, inteligentes, burros, perfeitos, lindos, maravilhosos, adoráveis, meigos, fofos amigos! E, sempre, irão ter uma parte do meu coração com eles. Para sempre amigos, para sempre meus irmãos.

Ana Luiza Pereira

2 comentários:

Wyllian Torres disse...

~. Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaah, Ninha! Que lindoooo! *----------*

DiinhaBe disse...

Nosssa..Que texto lindo.. Gostei muito..
Parabéns Migah *-*

Postar um comentário

Comenta, por favor!