Frases de ALP


Quer o sol? Você não precisa dele. Já o carrega no brilho do seu olhar.

Eu não preciso ser a "Amélia" para ser a mulher "perfeita".

Não espere algo dos outros que você mesmo não esperaria de você.

Engraçado como são para as coisas mais singelas são as que mais temos carinho e lembranças.

Meu maior prêmio é te ver sorrir. Minha maior alegria é saber que sou eu o motivo desse sorriso.

O pior professor é aquele que ouve tudo o que você diz, e o pior, comenta e roga praga!

Às vezes é mais fácil agir como se não entendesse.

E nos meus sonhos, eu ainda te vejo chegar no seu cavalo branco e a me resgatar da cruel realidade.

Minha boca tem um desejo: encontrar a sua nesta noite.

Fotos são lembranças palpáveis de momentos inesquecíveis.

Pare de chorar! Olhe a paisagem! Ela servirá de consolo melhor do que minhas palavras e meu ombro.

Sabe por que a coruja é o símbolo da sabedoria? Porque ela observa, escuta e, o melhor, ela aprende.

Por mais que meus amigos me querem ver feliz, mas, às vezes, é no seu silêncio que eu me sinto confortável. 

Não é que eu seja bobo, tolo, infantil ou idiota. Mas eu gosto de fazer as pessoas rirem, me importo com elas e assim eu fico um pouco melhor do que quando as vejo chorando.

Não é questão de simplesmente fugir para um “pais das maravilhas”, é a questão de você sair um pouco do caos da realidade e apenas imaginar o seu conto de fadas às avessas.

Eu apenas estou cansada. Cansada de TUDO: mentira, falsidade, ironia, cinismo, do caos e, principalmente, da realidade. Por que nós não temos a vida que temos ao fecharmos os olhos?

Não é a cor que faz a diferença, mas nossos defeitos e qualidades. É o nosso caráter e a capacidade mostrar realmente quem somos é que faz a diferença neste mundo.

Não é um sorriso, a aparência ou o dinheiro. Mas os sentimentos que uma pessoa carrega no seu olhar é o que demonstra se está bem.

As folhas podem cair, as flores podem murchar e os frutos apodrecer. Mas meu amor por você não será como o outono que perde a vida para renascer na primavera.

Ana Luiza Pereira

0 comentários:

Postar um comentário

Comenta, por favor!