Carta ao meu Príncipe Encantado


“Kaique,

É estranho não te chamar de amor ou algo do tipo. Lembra de quando começamos a namorar? Um simples “Ich liebe dich” de brincadeira foi se tornando a frase mais sincera ditas em nossas vidas.
Às vezes, eu tenho saudade do nosso começo! Então, eu paro e observo tudo o que passamos; os erros que você cometeu, as coisas que eu omiti, as dúvidas que tivemos...
Eu não me arrependo das escolhas que fiz. Não me arrependo, principalmente, de tê-lo escolhido como o homem da minha vida.
Sabe? Eu acho que sou um pouco criança... Sonho todas as noites com um garoto de mesmo nome desde os seis anos: Bruno. Seria você meu príncipe encantado? Tenho quase certeza que sim... Tenho esperanças que sim!
Sei dos seus defeitos, afinal, você é humano e tem o direito de tê-los. Mas a mim eles não importam! O que importa é que eu te amo, meu príncipe encantado!
Não sou tão linda quanto pensa, muito menos, angelical e perfeita. Sou uma mera humana errante esperançosa por ter finalmente encontrado o amor da minha vida: você. ♥
Tenho meus defeitos também, mas sou capaz de abrir mão deles ou de qualquer outra coisa relacionada a mim para te ver bem e feliz!
Sei que uma coisa nos atormenta, mas eu tenho fé que no fim tudo dará certo. Até lá, eu sempre te amarei e esperarei por você na janela do meu quarto quando olhar as estrelas e repetir cada palavra que disse e digo a você a cada momento.
Você me enviou sua proteção e eu a carrego junto ao meu peito, junto cm o infinito amor que carrego por este “imperfeito perfeito” que você é.
Enfim o que eu tenho mesmo a dizer é: Eu te amo Kaique Bruno Boga! Para sempre irei te amar, não importa o que aconteça! Para sempre, meu amor, eu irei te esperar!

Para sempre sua donzela em perigo,

Ana Luiza Pereira

1 comentários:

Alguém que conhece Kaique Bruno Boga disse...

Fui buscar o nome dele no facebook, so pra ver algumas atualizações, aqui travou e acabou indo pra busca do Google.
Me emocionei com lendo isso, você com certeza o amou, nossa, não sei o que houve, mas leve consigo sempre as lembranças, se você escreveu isso um dia, foi porquê precisava desabafar e agora alguém está lendo. Não sei se ele já viu esse texto alguma vez, então não vou comentar nada com ele... Foi realmente lindo. Abraços e espero que seu coração esteja confortado nos dias de hoje.

Postar um comentário

Comenta, por favor!