Medo das escolhas


Medo... Uma coisa que eu estou acostumada a sentir. Digo que eu sou a pior medrosa que existe porque ao invés de enfrentar meu medo, eu fujo deste. Meus medos? A solidão, a dor, traição... Tenho medo das escolhas que a vida me obriga a fazer.
Não quero machucar ninguém com meus atos, minhas palavras, meus pensamentos, muito menos com minhas escolhas. Quero ver todos felizes por mais altruísta que eu possa ser. Mas será que para isso eu tenho que abdicar da minha própria felicidade?
Eu tenho medo de perder o controle, entrar num caminho sem mais volta, ter preferências e fazê-los chorar. Por que a vida é tão difícil? Por que eu me sinto uma monstra vê-los sofrer? Por que eu sou o motivo de tanta dor a quem amo? Por quê?...
Queria que, ao menos uma vez, a vida fosse um pouco mais fácil a todos, que minhas escolhas não afetasse ou fizesse sofrer quem mais amo. Queria, ao menos um dia, não me sentir uma monstra por ver lágrimas sendo derramadas por minha causa. Queria, ao menos por um segundo, não ter medo das escolhas.
Por mais que escolher seja “fácil”, o difícil, para mim, é aturar suas consequências...

Ana Luiza Pereira

1 comentários:

Gabriel Hunter disse...

Ana, eu te admiro vc foge da dor, não a guarda como eu

Postar um comentário

Comenta, por favor!