O seu calor


Posso não ser fã do frio, mas até que me acostumaria ao que ele pode me proporcionar. Não, não falo de romantismo, mas sim, do seu calor corporal.
Imagine: dois corpos atrofiados por um frio intenso, juntos, grudados, enroscados num nó, brincando entre si e esquentando um ao outro; sem a ajuda de cobertores, edredons ou aquecedores.
Pois é... Este corpo a esquentar e seduzir o meu é o seu.
Num quarto pequeno, trancado e acariciado pelo frio, nós nos aquecemos enquanto a noite nos guarda estas lembranças prazerosas. Prazer... Coisa que conheci muito bem nestas noites... Noites de frio “quente”, pois só o frio me fez sentir a quentura de seu corpo quando, sob meu, vinha me dominar por inteira.
Nós. Somente nós, entre as quatro paredes que cercam o teu quarto, afagávamos nossa paixão em meio ao frio intenso deste inverno que nos cerca.
E, quando o sol nos despertar em meio ao frio de nosso dia, eu poderei estar usando a sua blusa da noite anterior... Ou, até melhor, o “nada” que você me pediu.

Ana Luiza Pereira

2 comentários:

˚◦Nique ಌ disse...

Adorei Ninha! *-* Muuuito Lindo

Wyllian Torres disse...

~. Uaal! Ousado, rs. Gostei ;D

Postar um comentário

Comenta, por favor!