Poder não alcançar


            Já percebeu o quanto que um “não” pode ser dolorido? Todos nós, seres humanos, esperamos um “sim” aos nossos desejos mais impossíveis e desenfreados.
            Sinto dizer-lhes, mas, o “não” é necessário. E MUITO.
            O “não” não significa o seu fracasso, mas uma forma de você tomar um outro caminho para seu sucesso. Com o “não”, nós damos valor ao “sim” e as coisas que temos; aprendemos que nem tudo é possível, mas que o imaginável pode se tornar real; nós crescemos como seres humanos cidadãos, sabendo que uma boa educação é aquela que teve um “não” moderado.
            Enquanto o “sim” deliberado nos faz tirar o pé do chão, acharmos que somos deuses, imaginar que somos capazes de tudo. Quando, na verdade, não somos. Só porque tivemos um ou dois “sim” da vida, não quer dizer que somos capazes de fazer o que queiramos pelo simples fato da vida sorrir à gente.
            Somos humanos, fato, aprendemos com os nossos erros. Mas algumas quedas, provocadas de uns “sim” deliberados, são mais dolorosas que um “não” moderado.
            Não peço para serem sempre sérios, muito menos, serem sempre surreais. Apenas peço que moderem. A vida pode lhe sorrir muitas vezes e você não ver. Temos sempre 50% de sucesso e fracasso, mas como nem tudo é o que parece, um simples “não” será seu “sim” no futuro.

Ana Luiza Pereira



1 comentários:

₣غĽΐρغ Ήغηяΐ XD disse...

O "não" nos amadurece pois nos mostra que a vida não é tão bela quanto parece, e que cada "sim" deve ser merecido, não importa quantos "nãos" sejam necessários pra isso.
_o/

Postar um comentário

Comenta, por favor!