A dor aumenta...


Dor. Uma coisa que eu há muito tempo não sentia, uma coisa que você me fez esquecer...
Não venho aqui culpar ninguém. A culpa não é sua pelo o que pensa ou sente. Você é humano, então, não é errado sentir dúvidas.
Mas há sempre uma coisa inevitável que sempre nos pega de surpresa: o fim. Eu já o vejo aproxima e a dor aumentar, consumir mais meu coração e as minhas lágrimas.
Não quero te forçar a nada, só lhe desejo a felicidade. Uma felicidade que, talvez, você nunca teria comigo. Ainda assim, a dor aumenta...
Não quero te preocupar, muito menos te fazer sofrer! Mas escolher a mim é escolher um caminho tortuoso, cheio de pedras, quedas e falhas. Escolher a mim é escolher um sofrimento, coisa que eu não quero ver em seus olhos de anjo. Mesmo com essas palavras, a dor aumenta...
Não quero te fazer chorar, mas será inevitável com nossos erros e falhas. Ainda assim, a dor aumenta...
Não precisas mais provar seu amor. Eu sei que você me amou; me dedicaste músicas, estrelas, atos, palavras e promessas. Coisas que nunca vou esquecer, coisas que sei que foram verdadeiras e ainda são em alguma parte do seu coração. Sabe aquela carta que você me deu? Dela só restou às lembranças... Lembranças do quanto foi difícil definir o amor e o quanto será difícil se continuarmos assim. Enquanto digo isso, a dor só aumenta...
Sim, enquanto você desabafava, eu chorava descontroladamente. Choro, no qual, não cessou. Choro de medo, choro de perda, choro de dor... uma dor infinita que vinha de um coração que parou de bater, um coração que foi arrancado junto com a minha alma e o brilho das estrelas para que servisse de oferenda ao mais lindo pequeno príncipe e anjo que conheci e amei.
Por favor, não o jogue fora. Isto será a única coisa que restará de mim quando chegares o fim; cuide-o!
E, sim, por mais que palavras doam, estas podem doer mais: não sei se terei uma vida sem a única esperança que tive... te ter.
Mesmo com a verdade, a dor aumenta em dimensões lastimáveis! Dor assim eu nunca senti... mas só avisa o que está próximo e o que tanto temi: o fim do nosso conto de fadas.

Ana Luiza Pereira


1 comentários:

˚◦Nique disse...

Ain!! Achei q vc tava falando do anterior!!
Amei este *-* Você é muuuito parecida comigo!!!
Te adoro, beijo

Postar um comentário

Comenta, por favor!