Um Diário De Uma Alma - O Julgamento


Entrei numa grande sala pouco iluminada de almas fluorescentes “mortas” presas por correntes no teto. Demônios vestidos de guardas por todos os lados. À frente, um verdadeiro tribunal comandado por Hades e, cada passo que eu dava, me aproximava do meu lugar de ré.
Lúcifer era lindo demais para ser um simples rei dos demônios, na verdade, eu nem desconfiei que ele fosse um. Seu cabelo arrepiado e negro deixando a vista seus olhos verdes que cintilavam de ódio, orgulho e falsa soberania. Sua beleza é algo imensurável, jamais vista em homem algum da Terra ou descrita em algum livro. Era uma beleza angelical. Uma beleza de anjo caído.
Fiquei estatizada olhando nos olhos de superioridade de Satã naquele palanque, tentava lembrar desesperadamente de alguma passagem bíblica que falasse de beleza angelical. Falhei. Então comecei a fitar quem estava abaixo do mais alto poder: os três juízes.
Abaixo do lugar de Plutão estavam os três juízes. Um loiro com armadura de um branco impecável com detalhes em ouro e uma máscara também branca com os mesmo detalhes, mas com uma pedra azul celeste na parte dos olhos. Um rapaz moreno de cabelo castanho com armadura e máscara cinzas com detalhes negros e ônix nos olhos da máscara. E um moreno de armadura e máscara negro como seu cabelo, com detalhes de uma prata brilhante como os diamantes nos olhos da máscara.
Inferno é mesmo um lugar de perdições!
Sentei no meu lugar de ré.
- Começa agora o julgamento da ré Kara Silva. – disse o juiz do purgatório.
- Bem, vejamos... – disse Hades folheando as páginas de um grande livro – Comecemos.
- Kara Silva, morta no dia 23/05/2011. Esfaqueada por Thiago Pedro de Sousa. Nasceu dia 28/11/1994, católica pecadora; egoísta, orgulhosa, mentirosa, preguiçosa, já se entregou aos 7 pecados capitais e mais n pecados durante seus 16 anos de vida. – anunciou o juiz do purgatório.
- Verdade isso? – perguntou-me o juiz do céu.
Abaixei a cabeça e assenti.
Eu realmente tinha manchas em meu passado terrestre. Pecados e pecados... E, mesmo que pareça egoísmo, muitos deles valeram apena.
Mesmo assim, eu não entendia: por que eu não tinha manchas na minha alma?
- Está decidido! Ficarás no inferno. – disse o juiz do inferno.
- Tudo bem... – disse de cabisbaixo.
Um demônio se aproximou de mim para me levar para fora do recinto.
- Calma Lúcifel! Este julgamento ainda não acabou! – disse uma voz vinda de uma luz branca que cegava meus olhos.

Continua...

Ana Luiza Pereira


4 comentários:

kaique Bruno Boga disse...

Lúcifer desesperado! te quer no inferno a qualquer custo :s

Just a piece of me... ' disse...

Nossa, tô mt mt mt curiosa pra saber o resto *-*
Parabéens Ninhaa !!

Vitor disse...

Estou ancioso para ler o resto :D
Me senti dentro do texto, dá pra imaginar tudo. Muito bom, muito bom. ^^

Caixinha de música da Lily disse...

aaah aah aah *..............* Imagiino oq acontece aaaah aah aaahh '..........' ke linndo
#curiosidade

Postar um comentário

Comenta, por favor!