No more tears



Cansei. Cansei de ficar sentada aqui, chorando assiduamente por quem não merece minhas lágrimas. Também cansei de chorar para matar a maldita saudade que me corrói a cada despedida. Cansei mais ainda de chorar de raiva dos momentos infelizes que temos nesta pavorosa vida que levamos.

Cansei de chorar de desamores, desencontros, desentendimentos, brigas, desilusões...

Simplesmente, CANSEI...

Só não cansei de chorar pelas alegrias que temos. Alegrias estas, que, mesmo sendo poucas, fazem nossas vidas valerem apena.

Não cansei de chorar pelo amor que me reconforta a cada meu deitar, porque mesmo longe, ouço o calor da voz de quem mais amo a cantar aquela cantiga de ninar:

"Goodnight, sleep tight, no more tears
In the morning I'll be here
When we said goodnight
Dry your eyes
Because we said goodnight
And not goodbye..."

Disso, eu não me canso de chorar. Chorar por aqueles que carrego em meu coração e eles carregam consigo um pedacinho deste... Neste caso, minhas lágrimas valem apena, por mais coloridas e por mais que borrem  minha vista.

Lágrimas que valem mais do que três palavras: EU TE AMO.

Ana Luiza Pereira


Texto inspirado em Adoraide Méa Genta, minha avó, que, este ano, completaria 86 anos. Saudades eternas de você, vovó!
Observação: A cantiga de ninar presente no texto é uma música de Evanescence chamada "Goodnight" e que, toda a vez que a ouço, me lembra de minha infância quando avó a me cobria na hora de deitar.

1 comentários:

Ana Carolina disse...

Nossa Ana Luiza!!! Que texto mais depressivo!!!!
Não tem nada mais alegre não??? Vovó ia gostar.....
Viu? Como to sempre lendo o seu blog?
rsrsrsrs....
Bjs da irmã...

Postar um comentário

Comenta, por favor!